PUBLICIDADE

Adolescentes trocam de sexo e se tornam namorados; entenda

Arin e Katie são transexuais e, depois de passarem por cirurgias de mudança de sexo, comemoram o fato de terem se encontrado

22 jul 2013 18h13
| atualizado às 19h15
ver comentários
Publicidade
<p>Arin, 17, e Katie, 19, se submeteram a uma cirurgia para trocar de sexo e se conheceram em um grupo de apoio</p>
Arin, 17, e Katie, 19, se submeteram a uma cirurgia para trocar de sexo e se conheceram em um grupo de apoio
Foto: Reprodução

Os adolescentes Arin Andrews e Katie Hill parecem como um outro casal qualquer quando posam lado a lado, usando roupas de banho. Por isso, fica difícil acreditar que, há apenas dois anos atrás, ele era uma garota chamada Emerald, enquanto ela era um menino chamado Luke. As informações são do site do jornal britânico The Sun.

Arin, 17, e Katie, 19, se submeteram a cirurgias para trocar de sexo. Há um ano, Arin, até então uma estudante universitária, teve os seios removidos. “Eu odiava meus seios, eu sempre senti que eles não me pertenciam. Agora, eu finalmente me sinto confortável com meu próprio corpo”, disse o adolescente.

Ele também contou que, com a mudança, quando está em uma piscina pública ou levantando peso, ninguém olha de forma constrangedora. “Eles apenas pensam que sou um garoto. Posso andar com regata ou nadar sem camisa. Posso ser um garoto normal”, afirmou, acrescentando que se sente sortudo por poder confiar na família e em Katie.

O casal se conheceu há cerca de dois anos em um grupo de apoio para adolescentes transexuais. Eles acabaram se tornando próximos depois de compartilhar suas experiências. Katie afirma que Arin sempre pareceu homem para ela. “Mas agora que ele fez a cirurgia se sente mais confiante e confortável com ele mesmo”, observou. Ela disse ainda que entende Arin melhor do que qualquer outra pessoa, já que passou pelo mesmo processo. “Entendo o quão completo ele se sente”.

As famílias de ambos apoiam a relação, mas eles não tiveram tanta sorte com os amigos. Katie foi intimidada e Arin teve que mudar de escola quando revelou que era transexual. Ele disse que perdeu um dos melhores amigos depois da transição. Katie começou seu curso de graduação no último outono, mas está se esforçando para fazer novos amigos. Ela disse que no colégio tinha muitos amigos próximos que simplesmente pararam de falar com ela. “Eu acho que descobriram que eu era transexual por meio de fofocas e acharam que isso era demais para eles”. A situação também é difícil para os familiares, que igualmente perderam alguns amigos. “Tem pessoas que não interagem mais comigo. Sei que me questionam”, disse Denise, mãe de Arin.  

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade