PUBLICIDADE

Alimentos para imunidade: como fortalecer a defesa do organismo no inverno

Nutricionista revela os melhores alimentos para imunidade durante o inverno, estação em que algumas doenças se tornam mais comuns

3 ago 2022 - 04h27
(atualizado às 11h07)
Ver comentários
Alimentos para imunidade: como fortalecer a defesa do organismo com a alimentação
Alimentos para imunidade: como fortalecer a defesa do organismo com a alimentação
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

O inverno torna diversas doenças mais frequentes, especialmente as respiratórias como a gripe e o resfriado. As causas para isso são o tempo seco e a diminuição da umidade relativa do ar, que fragilizam o sistema de defesa, facilitando o surgimento de novas enfermidades. No entanto, alguns alimentos para imunidade podem fazer a diferença na estação.

"Frutas, legumes e verduras, ou seja, uma alimentação repleta de vitaminas e minerais é fundamental para a manutenção da boa saúde do corpo, principalmente neste período de mais fragilidade imunológica", destaca a nutricionista pós-graduada em nutrição funcional, Elaine Pádua.

A profissional listou 5 dicas de alimentos que, se consumidos com frequência, podem fortalecer a imunidade, a energia e a disposição.

Frutas cítricas

"A vitamina C é um antioxidante natural, que previne o envelhecimento precoce e turbina o sistema imunológico. Por isso, para se proteger de problemas respiratórios comuns na estação, vale investir no consumo diário de alimentos ricos nessa vitamina", diz a nutricionista. 

As frutas cítricas são as principais fontes de vitamina C. Por isso, a nutricionista recomenda o consumo de limão, laranja e tangerina. Outras frutas também são indicadas, como a acerola, o maracujá e a goiaba. "Consumir in natura é a melhor forma de garantir o aporte dessa vitamina, porém, na forma líquida também tem grande concentração. O importante é a frequência, a ingestão diária para uma melhor absorção do organismo", destaca Elaine.

Gengibre

O gengibre é fonte de minerais, como magnésio, cálcio e potássio, além de ser rico em vitamina C e B6. A planta herbácea também é muito queridinha no meio medicinal devido ao gingerol, substância com propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e antioxidantes que protegem o organismo. A sua eficiência depende da forma que é consumido e a ação termogênica é apenas um dos benefícios. Também é aliado contra gripes e resfriados, auxilia na digestão e mantém a imunidade alta, como aponta a especialista.

Morango

A nutricionista explica que o morango se destaca entre as demais frutas por conta da sua propriedade antioxidante, que protege o organismo contra a ação dos radicais livres. Isso se deve à vitamina C, que auxilia o intestino a funcionar bem e ainda fortalece a imunidade. 

A fruta também ajuda no combate ao envelhecimento, pois possui magnésio, cálcio, antocianinas e compostos fenólicos. Também é rica em vitaminas do complexo B, que contribuem para o bom funcionamento das células. "Outro benefício é o poder anti-inflamatório, que potencializa a recuperação das fibras musculares, por isso é recomendável consumir a fruta e/ou demais preparos com ela após a atividade física", reforça.

Guaraná

Essa fruta tipicamente brasileira da região amazônica é conhecida por garantir uma dose extra de energia, mas ela também fortalece o sistema imunológico e é uma grande aliada do emagrecimento. O guaraná é rico em cafeína, por isso tem o efeito estimulante ideal para aumentar a concentração e dá mais disposição para o dia a dia. 

"Tem também ação termogênica o que ajuda a acelerar o metabolismo e a catequina, fitonutriente da sua composição, combate os radicais livres que provocam o envelhecimento precoce e ainda age em prol da imunidade", enfatiza a profissional.

Manjericão

O consumo de manjericão está sendo cada vez mais associado a uma série de benefícios à saúde. Na sua composição tem vitaminas A, C e K, além de manganês, cobre, cálcio, ferro e gorduras ômega-3 - nutrientes essenciais para o corpo e a mente. O famoso tempero ainda protege o corpo, estimula a memória, melhora a pele e alivia o estresse. "A especiaria também é desintoxicante, antisséptica e ajuda a restabelecer o organismo", finaliza Elaine.

Saúde em Dia
Publicidade
Publicidade