0

Apresentadora dá 20 dicas para facilitar a vida na cozinha

A brasileira Isa Souza apresenta o cooking show 'Isa, Vida Y Sabor' nos EUA

12 jul 2013
14h17
atualizado às 14h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>"O que faz a diferença é o cuidado", diz Isa sobre como cozinhar</p>
"O que faz a diferença é o cuidado", diz Isa sobre como cozinhar
Foto: Fernando Borges / Terra

Existem pessoas que, ao verem outras cozinhando, pensam que é fácil botar a mão na massa. Mas, quando se aproximam do fogão, a receita desanda. Mas, calma, há solução. Nestes casos, algumas dicas podem ser valiosas para começar a acertar o caminho na culinária.

Em entrevista ao Terra, a chef e apresentadora Isa Souza listou algumas ideias simples que podem ajudar os iniciantes na cozinha e também facilitar a vida de quem já está acostumado com panelas e fogões.

Segunda a chef brasileira, apresentadora do cooking show Isa, Vida Y Sabor, exibido em um canal latino nos Estados Unidos e em El Salvador, o grande segredo, na verdade, são os detalhes. “O que faz a diferença é o cuidado, como retirar a pele do tomate ou deixar a carne refogar em fogo baixo, por exemplo. Não ter pressa", afirmou.

Formada em direito, a gaúcha desistiu de exercer a profissão depois de fazer mestrado na Espanha e ver as dificuldades de atuar fora do Brasil. Depois disso, começou a dar aulas de culinária nos Estados Unidos e foi “achada” por um produtor de TV quando encantou os americanos ao levar docinhos ao aniversário de uma amiga. O brigadeiro, o beijinho e o quindim daquela festa levaram Isa ao programa que está no ar desde 2010 e terá as receitas da primeira temporada transformadas em livro a ser publicado nos próximos meses, nos EUA.

<p>"Aprenda a conversar com a comida", ensina a chef</p>
"Aprenda a conversar com a comida", ensina a chef
Foto: Fernando Borges / Terra
Fogo baixo
Para Isa, em primeiro lugar, quem não sabe “pilotar” o fogão deve sempre manter a calma. “Quem não sabe cozinhar deve ir sempre devagar. Devagar significa fogo baixo. Vai devagar até pegar a manha”, aconselha. A chef explica ainda que é preciso observar a comida e entender o que ela quer dizer. “Deixe a comida conversar com você. O gostoso de fazer a comida é quando você não acelera muito, dá o tempo dela de fazer as coisas”, afirma.

Além da preocupação com o resultado final, a chef pensa também na segurança dos iniciantes e costuma passar noções básicas de como se comportar na cozinha para o seu público. “Nas escolas de gastronomia, o cara fica 15, 20 horas cortando cebola. Não queira fazer como profissional”, explica. E esclarece que, ao contrário do que muita gente pensa, a escolha da faca é item primordial. “Faca ruim corta, faca boa, não. Faca boa é menos perigo”, argumenta.

Confira abaixo alguns segredos da cozinha de Isa Souza:
1. Sempre peneirar açúcar e farinha antes de preparar algum alimento

2. Tirar congelados do freezer um dia antes. “Lembre-se sempre que carnes e peixes precisam ser descongelados na geladeira”, explica Isa.

3. Adote o uso do papel toalha para evitar lavar panos de prato. “pense no meio ambiente”.

4. “Água estraga a receita”. Esta é uma regra básica e que merece atenção, por isso, seque bem a panela e os alimentos em papel toalha antes de começar a cozinhá-los.

5. Atenção aos rótulos. “Não precisa inventar e encher a cozinha de temperos. O que não vai na minha comida? Aquilo que eu não sei o que é. Então, leu e não entendeu, não leva”.

6. Amassar o alho com a faca e tirar a casca rapidamente com a ponta dos dedos para evitar o máximo possível que o cheiro fique nas mãos. Tire a pontinha do alho com a faca e use um guardanapo para tirar o excesso do tempero, cebola ou qualquer outro ingrediente da faca. “Quanto menos contato com o alho, melhor”. 

7. Escolha a faca certa e sempre use-a com firmeza para que não escorregue e corte os dedos.  “Faca ruim corta. Faca boa, não. Faca boa é menos perigo”, alerta Isa. “Não tente imitar os chefs de cozinha que vê na TV. Cozinhe por prazer. Faça com tempo”.

8. Preferir o fogo baixo. “Vai fazendo devagar em fogo baixo, você não está em um restaurante com um monte de pedidos”, comenta a chef.

9. Aprenda a conversar com a comida e preste atenção nos sinais que a panela dá. “Tem que aprender a conversar com a comida. Quando o alho começa a estalar, ele está chamando a cebola para a festa”, comenta.

10. Temperos desidratados são uma boa opção para ter em casa. São mais práticos e duram mais tempo do que os frescos.

11. Cultivar ervas em pequenos vasos na cozinha é um boa dica para sempre ter ingredientes de fácil acesso.

12. Prefira os azeites de oliva de origem espanhola. “Acho que eles têm um custo-benefício bom”.

<p>Aquecer a panela antes de colocar o azeite ajuda a manter as propriedades dele</p>
Aquecer a panela antes de colocar o azeite ajuda a manter as propriedades dele
Foto: Fernando Borges / Terra

13. Sempre aqueça a panela antes de colocar o azeite de oliva porque ele mantém mais as propriedades se não passar pelo processo de aquecimento.

14. Na hora de escolher o sal, vá sempre na direção do sal marinho. “Quanto menos refinado, melhor. Procure conhecer o sal que está comprando, porque hoje infelizmente ainda há muito sal sintético”, explica Isa.

15. O sal não deve ser colocado no início do processo de cozimento, junto com o alho e a cebola. Segundo a chef, ele tira a água dos ingredientes, deixando-os mais duros. Se quiser uma carne suculenta, por exemplo, jogue o sal depois. “No sul, usamos sal grosso porque ele não faz esse processo tão rapidamente, já que preferimos a carne ao ponto, suculenta, macia”, explica.

16. Congelar cebola, cebolinha, ervas e outros temperos pode ajudar na hora da correria, além de mantê-los mais tempo conservados, para quem não costuma cozinhar muito. Compre-os frescos, seque bem com o papel toalha e coloque em pequenos potes no freezer. “De  vez em quando, mexa-os para ele não empedrar e virar gelo”, afirma.

17. Procure comprar pimenta a granel e faça uma mistura daquelas que você mais gosta e moa somente na hora de temperar. Isto irá manter as propriedades que ela tem e que ajudam na hora da digestão.

<p>Antes de oferecer um jantar, conversar com os convidados é fundamental</p>
Antes de oferecer um jantar, conversar com os convidados é fundamental
Foto: Fernando Borges / Terra

18. Sempre tire o tempero do pote com uma colher. Não aproxime o pote da panela para que o vapor não entre e umedeça o produto.

19. Não tire a comida do micro-ondas antes dele apitar três vezes. "Primeiro, porque está em processo de cozimento e, depois, porque as micro-ondas ainda estão sendo liberadas ali dentro", avisa.

20. Atenção aos convidados: sempre que receber um convidado ou for cozinhar para alguém, faça algumas perguntas para não errar na escolha do cardápio. Há pessoas alérgicas a camarão, por exemplo.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade