PUBLICIDADE

Sexo é o mais importante em uma relação? Para quem ainda está solteiro, sim

Pesquisa revela que 60% dos solteiros consideram transar a parte mais significativa de um relacionamento

6 set 2023 - 10h39
(atualizado às 12h14)
Compartilhar
Exibir comentários
Em 6/9, data sugestiva, é comemorado o Dia do Sexo
Em 6/9, data sugestiva, é comemorado o Dia do Sexo
Foto: iStock

Neste 6/9 é comemorado o Dia do Sexo e o Terra teve acesso a uma pesquisa exclusiva do aplicativo de namoro Inner Circle que revelou que 60% dos solteiros consideram o sexo a parte mais importante de um relacionamento amoroso, enquanto 24% não o consideram uma prioridade e 16% sequer atribuem muita importância, vendo o sexo como um tipo de “bônus."

A pesquisa (feita com mil usuários do aplicativo) ainda identificou que, para os entrevistados, o sexo é uma prioridade dentro de um relacionamento quando ele tem qualidade, o que está diretamente ligado ao nível de intimidade e segurança entre o casal.

Além disso, o estudo apontou que as pessoas estão se sentindo mais confiantes para falar sobre sexo: 64% não têm nenhum problema em discuti-lo abertamente e 21% destacaram que essa disposição para o diálogo depende da situação e das pessoas envolvidas na conversa. 

A sexóloga e sócia diretora da Exclusiva Sex, Camile Gentile, acredita que este interesse em discutir o assunto é importantíssimo para manter a relação viva e que a forma como o casal se comunica tem impacto direto na relação sexual dos dois. "Um casal que discute e se ofende com frequência tem grandes chances de se afastar na hora da cama".

A dica da terapeuta para manter a relação viva (tanto na hora H quanto longe da cama) é:  ter comunicação passiva, tentar ouvir o parceiro com calma e empatia, além de conversar pacificamente sobre coisas que trazem estresse para a relação. Talvez o mais importante para a relação – e consequentemente para o sexo – seja o diálogo.

Famosas como Sandy que já admitiram usar brinquedos sexuais Famosas como Sandy que já admitiram usar brinquedos sexuais

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade