PUBLICIDADE

Menina britânica de mãe brasileira viraliza ao 'reclamar' de sotaque mineiro; veja vídeo

Registro foi publicado pela mãe da criança, a influenciadora Marielle Bailey, que compartilha rotina no interior da Inglaterra

30 nov 2023 - 16h40
Compartilhar
Exibir comentários
Menina britânica viraliza ao falar da dificuldade de aprender português com sotaque mineiro.
Menina britânica viraliza ao falar da dificuldade de aprender português com sotaque mineiro.
Foto: Reprodução de vídeo/Instagram/@ellemarie_bailey / Estadão

Uma menina britânica de mãe brasileira viralizou nas redes sociais nesta semana após aparecer reclamando das dificuldades de aprender o português com sotaque mineiro. Assista ao vídeo acima.

O vídeo foi publicado pela mãe da menina, a influenciadora Marielle Bailey, que é natural de Minas Gerais, mas mora no interior da Inglaterra, no Reino Unido, com os dois filhos e o marido, que é britânico.

"Você sabe que mamãe é mineira, então fica mais difícil de aprender o português. Por exemplo, toda coisa que eu quero saber o nome chama trem: 'pega esse trem'", diz a menina, que é chamada pela mãe de Vita (não está claro se esse é o nome ou apelido dela).

Em seguida, ela opina que, na Inglaterra, existem vários termos para explicar quando um alimento já não está mais bom, como "rotten" (podre) e "moudy" (mofado), mas que o sotaque mineiro só usa uma opção. "Tá 'bão' não. Esse trem está ruim. Tá 'bão' não", diz ela.

Marielle Bailey e a filha, que viralizou ao comentar dificuldades do sotaque mineiro.
Marielle Bailey e a filha, que viralizou ao comentar dificuldades do sotaque mineiro.
Foto: Reprodução/Instagram/@ellemarie_bailey / Estadão

Os vídeos da menina são comuns no perfil de Marielle, que busca mostrar o cotidiano de uma família morando no interior da Inglaterra.

Em outras publicações, Vita, que tem 9 anos, já falou sobre as diferenças entre o Brasil e o Reino Unido, coisas que gosta ou não no nosso País e como é o seu dia a dia na Inglaterra. Veja um exemplo:

O Estadão entrou em contato com Marielle para comentar o vídeo que viralizou, mas não teve retorno até o momento. O espaço segue aberto.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade