PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Como quebrar padrões e ser feliz no amor com ajuda da Astrologia

Se você repete algum padrão nas relações que te impedem de ser feliz, a Astrologia tem ferramentas que podem te ajudar

16 abr 2024 - 08h42
(atualizado em 26/4/2024 às 09h03)
Compartilhar
Exibir comentários
Como quebrar padrões
Como quebrar padrões
Foto: Unsplash / Personare

Você sempre atrai determinado tipo de pessoa? Acaba voltando para o ex? Ou então sempre trai ou é a pessoa traída? Esses são alguns dos padrões que podem nos impedir de ser feliz no amor. Mas ainda há outros que podem passar despercebidos. Mas como quebrar padrões?

A Astrologia, com sua profunda conexão com o autoconhecimento, oferece ferramentas valiosas para identificar e compreender esses padrões, permitindo que possamos enfrentá-los de maneira consciente.

Por meio do Mapa Astral, podemos trazer à luz essas repetições e começar a trabalhar conscientemente para transformá-las.

❤ Receba conteúdos exclusivos sobre Amor e Astrologia no seu WhatsApp

O que são padrões amorosos?

Um padrão amoroso é algo que se repete em nossas relações, independentemente de nossa vontade consciente. 

Pode ser uma atração recorrente por determinados tipos de pessoas, situações que se repetem em nossos relacionamentos ou reações emocionais que temos diante de certas circunstâncias. 

Por exemplo, uma cliente minha sempre se sentia mais atraída quando ela estava mais apaixonada pelo parceiro do que ele por ela. Esse é um padrão — não é apenas uma preferência, é algo que ela não consegue evitar.

É como um vício: você faz algo que te dá prazer, apesar dos danos que vão te causar. Você está ciente dos danos, mais você vai seguir com aquilo de novo, de novo e de novo.

A relação entre Astrologia e padrões repetitivos

Nosso Mapa Astral é como uma janela para o inconsciente. Ele mostra não apenas nossas tendências e predisposições naturais, mas também revela as áreas da vida onde somos mais vulneráveis a repetir padrões de comportamento. 

Os planetas mais distantes, como Plutão, Urano e Netuno (os chamados de planetas generacionais), são particularmente significativos, pois representam as forças mais profundas e muitas vezes inacessíveis que moldam nossas experiências e comportamentos.

Ao compreender essas tendências, começamos a entender por que talvez nos sentimos atraídos por pessoas emocionalmente indisponíveis ou por que tendemos a repetir os mesmos erros nos relacionamentos. 

Além disso, a Lua no nosso Mapa Astral mostra como lidamos com as emoções nos relacionamentos. Por isso, cada signo lunar dá pistas sobre como você lida com as emoções e como pode começar a superar esses padrões.

Quais padrões te impedem de ser feliz no amor?

Primeiro, confira aqui qual é o signo da sua Lua. Então, entenda a seguir quais padrões te impedem de ser feliz no amor e como você pode trabalhar essas questões.

Luas de Fogo

  • Áries: Tende a ser impulsivo e a buscar excitação constante. O desafio é aprender a paciência e entender que relacionamentos profundos exigem tempo para desenvolver.
  • Leão: Busca atenção e admiração, o que pode levar a um padrão de necessidade excessiva de validação. Aprender a autoestima independente do outro é crucial.
  • Sagitário: Valoriza a liberdade e o espaço, o que pode ser interpretado como desinteresse ou aversão ao compromisso. O equilíbrio entre independência e intimidade é a chave.

Quando são Luas de Terra

  • Touro: Muito focado no conforto e na segurança, pode tornar-se resistente a mudanças e evolução no relacionamento. Flexibilidade é um aprendizado importante.
  • Virgem: Crítico e perfeccionista, pode focar demais nos defeitos, tanto seus quanto dos parceiros. Aprender a aceitar imperfeições e valorizar o esforço mútuo é fundamental.
  • Capricórnio: Tende a ser cauteloso e reservado, o que pode limitar a expressão emocional e a conexão. A abertura emocional sem medo de vulnerabilidade pode transformar seus relacionamentos.

Luas de Ar

  • Gêmeos: Comunicação é forte, mas a indecisão e a superficialidade podem prevalecer. Aprofundar-se em emoções e manter consistência ajuda a fortalecer laços.
  • Libra: Busca harmonia e equilíbrio, podendo evitar conflitos necessários. Aprender a enfrentar problemas de frente sem temer desequilíbrio é essencial.
  • Aquário: Altamente independente e às vezes distante. Encontrar um equilíbrio entre independência e intimidade emocional é vital para relacionamentos mais ricos.

No caso das Luas de Água

  • Câncer: Muito emocional e ligado à família, pode ter dificuldade em estabelecer limites saudáveis. Aprender a diferenciar carinho de codependência é crucial.
  • Escorpião: Intenso e profundo, pode ter dificuldade em confiar e soltar o controle. Trabalhar na confiança e na liberação de antigos ressentimentos pode abrir caminho para novas experiências.
  • Peixes: Empático e sonhador, pode se perder em fantasias ou assumir problemas dos outros. Fortalecer a própria identidade e manter os pés no chão são essenciais.

É possível superar padrões repetitivos no amor?

Essa é uma das perguntas mais comuns que me fazem. A resposta é sim, é possível superar padrões repetitivos no amor, mas a verdadeira questão não é essa.

O quanto você realmente deseja mudar esses padrões? Superar padrões não é simplesmente uma questão de poder; é principalmente uma questão de vontade.

Mudar implica enfrentar o desconhecido e, para muitos de nós, o desconhecido é assustador. Frequentemente, optamos pelo conforto do familiar, mesmo quando é doloroso, em vez de arriscar algo novo que poderia ser muito melhor.

A superação de padrões repetitivos não significa necessariamente que você se livra do trauma ou das experiências passadas de forma definitiva. Na verdade, superar pode significar aprender a viver de uma maneira que seu passado não determine cada um dos seus passos futuros, que você possa coexistir com suas experiências sem que elas sejam um constante obstáculo.

A Terapia e o Autoconhecimento

O processo de superação muitas vezes começa com a terapia, seja ela psicológica ou uma abordagem terapêutica através da Astrologia.

É um convite para explorar o desconhecido dentro de si. O que pode ser assustador, porque envolve revisitar dores e desafios, mas é também onde reside a possibilidade de verdadeira transformação. 

A terapia eficaz é aquela que ressoa com você e que provoca mudanças reais em como você se sente e age.

O post Como quebrar padrões e ser feliz no amor com ajuda da Astrologia apareceu primeiro em Personare.

Marcia Fervienza (info@marciafervienza.com)

- Astróloga e terapeuta há mais de 20 anos. Associa sua experiência com aconselhamentos analíticos ao trabalho com Astrologia para facilitar o autoconhecimento, o empoderamento e a transformação pessoal.

Personare
Compartilhar
Publicidade
Publicidade