3 eventos ao vivo

Aniversariante dribla isolamento e envia kit festa à família

Em Salvador, a publicitária Juliana Queiroz substituiu um fim de semana na praia por uma festa deliciosa, com salgadinhos para os familiares

14 abr 2020
15h17
atualizado em 15/4/2020 às 10h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os 40 anos de Juliana Queiroz tinham tudo para ser do jeito que ela queria: um fim de semana prolongado na praia de Itacimirim, a 80 km de Salvador, onde mora, junto aos pais, ao filho e ao marido. Mas a ideia mudou de rumo por causa da pandemia do novo coronavírus e a comemoração foi parar na casa dos familiares, com bandejas de salgadinhos de festa entregues na portaria de cada um deles no último domingo (12).

Aniversariante comemorou 40 anos com familiares entregando kits com comidinhas de festa na casa de cada um.
Aniversariante comemorou 40 anos com familiares entregando kits com comidinhas de festa na casa de cada um.
Foto: Juliana Queiroz/ Leitor Terra / Reprodução

“Uma coisa era certa, eu não queria passar a data em branco e a comemoração virtual foi a única solução. Mas também não queria apenas uma ligação de vídeo, um parabéns... Esses encontros a gente já tem feito normalmente nessa rotina de isolamento. Eu queria uma comemoração, uma festinha. E, para mim, não tem festinha sem docinho, salgado e bolo. Daí veio a ideia de enviar para cada casa um kit festa”, relata a publicitária.

Sem falar com os irmãos, cunhadas e sobrinhos, ela criou um grupo no WhatsApp, agendou as entregas e, no domingo de manhã, mesmo dia da celebração, enviou um convite digital para eles explicando a dinâmica da videochamada. Cada um precisaria fazer o seu próprio bolo caseiro, que seria somado aos salgadinhos entregues via delivery, uma facilidade encontrada. 

“A busca por fornecedores foi muito mais fácil do que eu imaginava. Com essa crise, os perfis que eu seguia no Instagram estavam com muitas promoções, entregas gratuitas e muita flexibilidade”, detalha.

Juliana afirma que os afetos à distância não supriram totalmente o carinho que receberia ao vivo, ainda que a sensação de estar perto tenha sido facilitada pela conectividade. “Senti muita falta dos abraços, de ouvir a risada ao pé do ouvido. É completamente diferente. Falta, fica um vaziozinho”.

Aniversariante Jentregou kits com salgadinhos de festa para unir a família virtualmente durante a quarentena.
Aniversariante Jentregou kits com salgadinhos de festa para unir a família virtualmente durante a quarentena.
Foto: Juliana Queiroz/ Leitor Terra / Reprodução

“Uma coisa que me marcou e doeu foi ir à casa de meus pais pegar meu bolo, porque minha mãe fez questão de fazer o meu, mas não abraçá-los. Peguei em uma mesa na porta e vi minha mãe de longe, sem nenhum tipo de contato”, relembra. 

A parte boa é que todos os familiares tiveram uma tarefa para o domingo de Páscoa: fazer o bolo da Juliana, como um presente de aniversário para ela, e se arrumar para a chamada de vídeo, agendada para as 18h. 

“Ter todos ao mesmo tempo, se esforçando pra “caber” na tela do celular, ver a bagunça de todo mundo falando ao mesmo tempo, deu uma aquecida no coração. Meu filho de um ano e oito meses achou um pouco estranho ver todos juntos ao mesmo tempo: tios, primos, vovó e vovô e até o cachorrinho da priminha. Mas ele curtiu muito, ficou apontando, chamando e dando beijos e tchau. Quando pensei em enviar os salgadinhos para cada um, a ideia era de ter essa unidade e proporcionar uma sensação de estarmos no mesmo ambiente, juntos e comendo as mesmas coisas. Quarentar na quarentena vai ficar na história... Mas pode ter certeza de que, assim que for possível, pretendo comemorar os 40 ao vivo”.

Festa na quarentena: Familiares receberam bandeja de salgados para comemorar 40 anos de Juliana Queiroz, em Salvador.
Festa na quarentena: Familiares receberam bandeja de salgados para comemorar 40 anos de Juliana Queiroz, em Salvador.
Foto: Juliana Queiroz/ Leitor Terra / Reprodução

Facilidades

Juliana foi cautelosa ao ouvir os médicos familiares e não fechou o aluguel da casa de praia justamente pelo endurecimento das regras de isolamento social, deixou apenas os contatos em stand-by. Ainda assim, resolveu rapidamente a sua festinha de aniversário com uma marca de entregas local, a Qpãozinho, que além dos salgados comuns faz entrega do pão delícia, quitute tipicamente baiano à base de leite e queijo.

Desde que o isolamento social começou a valer em Salvador, em 25 de março, a empresa passou a vender mais kits de festas para entregas. Segundo Gabriela Chaves, proprietária da marca, logo em meados de março houve uma forte onda de cancelamentos de encomendas por causa da suspensão de festas e outros eventos sociais.

Salgados entregues em casa para a realização de festas.
Salgados entregues em casa para a realização de festas.
Foto: Qpaozinho / Divulgação

“Precisamos nos adaptar rápido à nova realidade de consumo dos nossos clientes e, pela necessidade, lançando o kit degustação, que inclui 10 pães de delícia e outros 20 salgadinhos variados ao custo de R$ 50”, explica. Para alguns bairros de Salvador, a entrega é gratuita. “A gente conseguiu apoiar a campanha para que as pessoas fiquem em casa e satisfazer os clientes, até com bilhetinhos feitos à mão. Foi um sucesso absoluto”, aponta. Durante o feriado de Páscoa, foram entregues 700 kits na capital baiana.

Veja mais:

'Não é gripezinha': o que dizem os curados do coronavírus
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade