PUBLICIDADE

Como o psyllium ajuda a emagrecer? Nutricionistas comentam

O consumo equilibrado dessa fibra é o bastante para essa meta

19 mai 2024 - 19h42
(atualizado em 20/5/2024 às 21h31)
Compartilhar
Exibir comentários

Resumidamente, psyllium é a fibra dietética solúvel e, também, derivada das sementes Plantago ovata ou Psyllium plantago. Detalhe que ainda é usado para amenizar os sintomas de diarreia suave e constipação. Embora proporciona vários benefícios, o seu consumo ainda é rodeado de dúvidas, por exemplo: como o psyllium ajuda a emagrecer?

Veja como o psyllium ajuda a emagrecer

"Pode ajudar no emagrecimento por aumentar a saciedade. Quanto maior a saciedade, menor a fome, menos a quantidade de comida e menos calorias diárias. Então basicamente vai ajudar na restrição calórica pela saciedade. É uma ótima estratégia", respondeu em entrevista exclusiva para o Sport Life a nutricionista Flávia Gregorini.

Dessa maneira, ocorre a compreensão que o psyllium atua como aliado valioso em programas de emagrecimento, ou seja, a sua capacidade de promover a saciedade e de regular o apetite é fundamental.

"Além disso, ao melhorar a regularidade intestinal, o psyllium otimiza a absorção de nutrientes, o que contribui para uma dieta equilibrada, essencial para a manutenção de um peso saudável", complementou a nutricionista Vanessa Costa em diálogo com a reportagem.

O alerta sobre o consumo de psyllium

Assim como qualquer outra substância, o indicado é que antes do início do consumo de psyllium deve haver um atendimento com um profissional especializado. Recado que é importante para quem convive com hipersensibilidade intestinal e constipação crônica.

"É necessário ainda fazer uso sempre com um bom consumo de água. Por conta desses e outros cuidados, recomenda-se sempre iniciar esse processo após consulta médica ou nutricional", aconselhou Flávia.

Quem vive com ansiedade pode tomar psyllium?

"Pode. Inclusive por ajudar na saciedade pode colaborar com a redução do ato de um comer impulsivo que, em muitos pacientes, é comum em momentos de mais ansiedade", encerrou Flávia Gregorini.

Outra contribuição é que essa fibra ainda pode impactar na regulação dos níveis de açúcar no sangue, o que simplesmente denota a sua capacidade de uma estabilidade emocional.

"A melhora na saúde intestinal está relacionada a melhora do funcionamento do cérebro, o que pode influenciar positivamente no equilíbrio emocional. Contudo, é sempre prudente discutir a inclusão de qualquer alimento com um profissional de saúde", concluiu Vanessa Costa.

Sport Life
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade