PUBLICIDADE

SC: cobra invade residência e destrói bar antes de ser capturada por biólogo; veja

Christian Raboch, especialista que registrou o resgate, explicou que se tratava de uma cobra-cipó do gênero 'Chironius', que não tem peçonha

28 mai 2024 - 16h28
(atualizado às 18h25)
Compartilhar
Exibir comentários
Cobra invade casa em SC e destrói bar ao fugir de biólogo:

Uma cobra-cipó viralizou nas redes sociais após invadir e provocar o 'caos' em uma casa em Jaraguá do Sul (SC). Nas imagens publicadas pelo biólogo Christan Raboch, chamado para resgatar o animal, é possível ver a serpente derrubando garrafas de bebida antes de ser capturada pelo especialista. 

Segundo Raboch, que é biólogo da Fundação Jaraguense de Meio Ambiente (Fujama), o resgate aconteceu na última quarta-feira, 22, no bairro Parque Malwee. A serpente em questão foi identificada como uma cobra-cipó, do gênero Chironius, que não tem peçonha. 

Nas imagens gravadas durante o resgate, é possível ver a cobra sobre uma prateleira, enquanto derruba as garrafas ao chão. O biólogo, por fim, teve de subir em um banco para conseguir capturar o animal, que foi solto em uma área de mata (veja acima). 

Cobra invade residência e 'destrói' bar antes de ser capturada em SC
Cobra invade residência e 'destrói' bar antes de ser capturada em SC
Foto: Reprodução/Instagram/@biologo.christian

Raboch explicou, também, que existem cobras-cipó com peçonha, do gênero Philodryas, e que a diferenciação é feita por meio da coloração das serpentes. Mas, independentemente do gênero, a picada pode causar problemas devido às bactérias que a cobra possui na boca. 

O registro do resgate viralizou nas redes sociais e, até esta terça-feira, 28, já contava com mais de 1,4 milhão de visualizações. Nos comentários, internautas brincaram sobre a 'destruição' provocada pela serpente. "Se eu não bebo, ninguém irá", ironizou uma seguidora sobre o prejuízo. 

Foi picado por uma cobra? Saiba o que fazer e evite erros comuns Foi picado por uma cobra? Saiba o que fazer e evite erros comuns

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade