PUBLICIDADE

Peixe-lua gigante aparece em praia e pode ser o maior da espécie já encontrado na história

Com 2,2 metros, o animal, que pode ficar na areia por semanas por conta da dificuldade para retirá-lo, virou atração de moradores locais

11 jun 2024 - 10h55
(atualizado às 11h06)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Um peixe-lua enganador, que pode ser o maior já encontrado da espécie, surgiu morto numa praia localizada na cidade de Gearhart, no estado do Oregon, Estados Unidos.
Peixe-lua apareceu em praia e chamou atenção por tamanho
Peixe-lua apareceu em praia e chamou atenção por tamanho
Foto: Reprodução/Instagram @seasideaquarium

Um peixe-lua enganador que pode ser o maior da espécie já encontrado na história apareceu morto em uma praia de Gearhart, no estado do Oregon, nos Estados Unidos. Com 2,2 metros, ele pode permanecer na areia durante semanas, já que pesquisadores estão com dificuldades para retirá-lo.

Segundo um comunicado do Seaside Aquarium, o peixe foi encontrado no dia 3 de junho. "Este peixe grande e estranho estava causando grande agitação nas redes sociais. Apesar do tempo tempestuoso, muitas pessoas foram à praia para ver este peixe incomum", diz a publicação. 

"Não demorou muito para que a notícia desse peixe chegasse a Mariann Nyegaard, uma pesquisadora baseada na Nova Zelândia. As fotografias que ela viu indicavam que este poderia não ser um peixe-lua comum, mas uma espécie diferente com a qual ela estava muito familiarizada, o peixe-lua enganador. Foi através de sua pesquisa que ela descobriu e descreveu essa nova espécie de peixe-lua, em 2017", continua o texto. 

Peixe-lua apareceu em praia e chamou atenção por tamanho
Peixe-lua apareceu em praia e chamou atenção por tamanho
Foto: Reprodução/Instagram @seasideaquarium

Ainda de acordo com a publicação, Mariann Nyegaard entrou em contato com o Aquário de Seaside, para pedir a coleta de amostras genéticas, o que fez a pesquisadora afirmar que este poderia ser o maior espécime já encontrado.

Com uma pele bastante dura, este peixe ainda ficará na praia de Gearhart por semanas, pois sua pele dura dificulta tanto a retirada da areia, quanto a sua decomposição. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade