PUBLICIDADE

Biólogo transforma paixão por plantas carnívoras em negócio e desmistifica ilusões "hollywoodianas"

Bruno Garcia é dono da loja Flora Garcia, especializada nesse tipo de planta; são mais de 41 mil pessoas interessadas pelo tema nas redes

4 dez 2023 - 05h00
(atualizado às 15h19)
Compartilhar
Exibir comentários
Bruno Garcia tem mais de 1000 vasos de plantas carnívoras, entre coleção pessoal e disponíveis para venda
Bruno Garcia tem mais de 1000 vasos de plantas carnívoras, entre coleção pessoal e disponíveis para venda
Foto: Arquivo Pessoal

Aos 29 anos, o biólogo Bruno Garcia afirma, sem pestanejar, que é o dono do perfil mais seguido no Instagram sobre plantas carnívoras. Ele se considera um especialista no assunto - e tal afirmação não é de se questionar. Apesar da pouca idade, Bruno passou mais da metade da vida vidrado nessas plantas que despertam tanto a curiosidade alheia. E, há 5 anos, fez desse fascínio um negócio.

"As plantas carnívoras são atrativas. Eu, como biólogo, enxergo aquilo como um organismo completamente diferente de qualquer outra coisa que exista na natureza. Já me chamava atenção antes, mas depois de formado, aí sim que a gente estuda muitas coisas e vê como aquilo pode ser de fato funcional da forma como é. É fantástico", resume Bruno, ao Terra.

De hobby a negócio

Há quase 17 anos que Bruno cultiva plantas carnívoras. O interesse começou primeiro pelas plantas comuns. Quando adolescente ajudava a avó a cuidar de seus cultivos de orquídeas. Depois de formado na Universidade de São Paulo (USP), ele resolveu largar um emprego na área de Biotecnologia para transformar a paixão por plantas em um negócio.

Primeiro, começou com uma loja de plantas em geral. Mas Bruno conta que --talvez inconscientemente, já que não sabe explicar ao certo o porquê-- foi se deixando levar pelas carnívoras. "Sendo bem sincero, se fosse para pensar apenas em financeiro, eu continuaria investindo nas outras [plantas]", conta.

Plantas graciosas que, na verdade, são carnívoras Plantas graciosas que, na verdade, são carnívoras

Hoje, a loja Flora Garcia, especializada em plantas carnívoras, fisicamente está em Sertãozinho, no interior de São Paulo. Mas as vendas onlines estão disponíveis para todo o Brasil. Também possui algumas plantas não carnívoras, mas não são o carro-chefe. Apesar de Bruno ter mencionado que são vendidas, elas nem chegam a ser encontradas no catálogo digital onde as pessoas podem fazer pedidos online de mudas.

"Eu brinco, às vezes, em curso, workshop ou palestra, que, de fato, não existe Bruno que não tenha sido envolvido com as plantas carnívoras. Porque, como eu comecei muito cedo, memórias antes das plantas são bem raras", diz.

Influenciador de plantas carnívoras

Bruno desenvolveu uma espécie de comunidade nas redes sociais. São mais de 42 mil seguidores no Instagram, e, segundo ele, é o perfil do tipo mais seguido no Brasil na rede social. O Terra fez uma busca por outras páginas similares e não encontrou nenhuma com mais seguidores, apesar de não poder confirmar tal informação.

Por lá, a linguagem divertida mesclada aos vídeos curtos e informativos dão o tom ideal para Bruno se aproximar dos amantes de plantas carnívoras. Em sua maioria, os clientes de sua loja costumam ser pessoas mais jovens, até a faixa dos 30 anos, e, consequentemente, também estão mais conectados nas redes sociais.

"Isso impacta bastante o meu negócio. Eu preciso ter um trabalho firme em rede social. Porque tem Instagram, tem TikTok, tem YouTube. Todas essas redes eu estou presente produzindo conteúdo", diz.

As redes, além de atraírem compradores, servem para que Bruno derrube alguns mitos sobre as plantas carnívoras. Ele explica que há uma imaginação muito "hollywoodiana" sobre elas.

Dionaea muscipula, a planta carnívora mais comum em cultivo, geralmente retratada em filmes
Dionaea muscipula, a planta carnívora mais comum em cultivo, geralmente retratada em filmes
Foto: Arquivo Pessoal

Bruno destaca algumas informações que costumam surpreender quem não conhece as plantas carnívoras. Confira:

  • Plantas carnívoras são organismos estáticos. Elas não se mexem como nos filmes, nem são tão grandes. "A dioneia mesmo, que é a planta da boquinha, das armadilhas, a que geralmente é retratada em filme e tudo. Em média, a armadilha dela tem 4 a 5 centímetros", explica Bruno.
  • Não há problema em ter animais de estimação junto a plantas carnívoras. "A não ser que seu animal de estimação seja uma mosca", brinca o biólogo.
  • Plantas carnívoras não precisam de substratos muito adubados como as plantas comuns. Usar adubos do tipo pode matar essas plantas.
  • As plantas carnívoras são... plantas.  "Fazem fotossíntese, vão viver da luz do sol normal, tranquilo. E aí, os insetos e as presas são um complemento", explica.

* Acompanhe mais notícias sobre o meio ambiente no Terra Planeta.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade