PUBLICIDADE

Mostra Ecofalante traz Amazônia em foco

Começa nesta quarta a 10ª Mostra Ecofalante de Cinema – Semana do Meio Ambiente, mais uma vez em versão online e gratuita

2 jun 2021 17h58
| atualizado às 17h58
ver comentários
Publicidade

 

Começa nesta quarta a 10ª Mostra Ecofalante de Cinema – Semana do Meio Ambiente: Especial Amazônia. Mais uma vez, e ainda por conta da pandemia, o evento ocorre  totalmente online. Como ponto a favor, o Brasil todo terá acesso à programação gratuita, que conta com 16 filmes e duas séries para a TV.

Destaque para a ótima Transamazônica: Uma Estrada para o Passado, dirigida por Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, com produção da HBO Latin America Original com a Ocean Films. Como parte da programação que neste ano destaca justamente as questões da Amazônia, na quinta (dia 3) ocorre o debate Para onde leva a Transamazônica?, que terá a participação de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, João Moreira Salles, Danicley de Aguiar e Alessandra Munduruku.

Cena de "Transamazônica: Uma Estrada para o Passado"
Cena de "Transamazônica: Uma Estrada para o Passado"
Foto: Divulgação

No dia 01 de junho, Bodanzky também ministrou a masterclass O Cinema Ambiental de Jorge Bodanzky, que está disponível no Youtube da Mostra Ecofalante, uma parceria com a SPcine.

A Cerimônia de Abertura ocorre hoje (02 de junho), às 19h00, em live com a presença de Chico Guariba, diretor da Mostra Ecofalante e dos(as) diretores das obras programadas tambem no Youtube da Mostra Ecofalante

Em seguida, às 20h00, será exibido o documentário "Soldados da Borracha” de Wolney Oliveira (Brasil, 2019, 82 min, livre), vencedor do prêmio de melhor filme (concedido pelo público) na Mostra Ecofalante de Cinema de 2020, que fica no ar somente por 24h. Uma hora depois, ocorre a pré-estreia mundial do filme “BR Acima de Tudo”, de Fred Rahal Mauro, que fica no ar até a meia-noite do dia 09 de junho.

Cena de "Soldados da Borracha", que abre nesta quarta a Mostra Ecofalante
Cena de "Soldados da Borracha", que abre nesta quarta a Mostra Ecofalante
Foto: Divulgação

Entre os destaques da programação, também está a curadoria especial Amazônia, com obras realizadas no últimos 50 anos. Entre elas, clássicos de Jorge Bodanzky: "Iracema, Uma Transa Amazônica" (de 1974), "Jari" (de 1979) e "Terceiro Milênio" (1981), a série "A Década da Destruição", filmada por Adrian Cowell e Vicente Rios durante a década de 1980, além de 13 obras produzidas no século 21, algumas recentíssimas, que, como afirmou a organização da Mostra Ecofalante,  “falam dos diversos aspectos e da situação atual da maior floresta tropical do mundo.”

Destaque também para o longa “Florestania, O Despertar da Florestania”, de Christiane Torloni e Miguel Przewodowski, falem um pouco sobre "Amazônia, que entra em cartaz no dia 03 de junho. 

Christiane Torloni e Franz Krakcberg em "O Despertar da Florestania"
Christiane Torloni e Franz Krakcberg em "O Despertar da Florestania"
Foto: Divulgação

Outro filme que merece atenção é "Edna", longa que teve sua pré-estreia mundial no conceituado festival suíço Visions du Réel, na Suíça, e também integrou o Festival É Tudo Verdade. Dirigido por Eryk Rocha, o documentário conta a história de Edna, que sobreviveu a tantas batalhas da região do Araguaia, à margem da Transamazônica, onde vive, e até hoje é uma resistente. O longa estreia na sexta às 15h e fica em cartaz durante 24 horas.

Cena de "A Última Floresta", de Luiz Bolognesi, um destaques da Mostra Ecofalante 2021
Cena de "A Última Floresta", de Luiz Bolognesi, um destaques da Mostra Ecofalante 2021
Foto: Divulgação

Também é imperdível o filme “A Última Floresta", de Luiz Bolognesi, que fez sua estreia mundial no Festival de Berlim 2021, em fevereiro. O filme, que retrata uma nação Yanomami isolada, é protagonizado pelo xamã Davi Kopenawa, que também assina o roteiro da produção, que estreia no sábado e fica disponível por 24 horas.

Filme que estreou na edição passada, o documentário "Amazônia Sociedade Anônima" volta à programação e  contra a história de um grupo de moradores da Amazônia que se unem para combater máfias, roubo de terras e desmatamento ilegal na região. No ano passado, ele foi um dos filmes mais vistos da 9ª Mostra Ecofalante. Vamos chamar seu diretor. Por favor, Estevão Ciavatta.

Confira no site da Mostra Ecofalante outros destaques e a programação completa: www.ecofalante.org.br

Mais Debates

Ainda na programação dos debates, também ocorre o webnário sobre Crise Climática e Amazônia em parceria com a Universidade de São Paulo (USP.

O segundo debate é "Amazônia: Uma Questão de Terra(s)", ocorre no dia 4 de junho, sexta-feira, às 19h. Com Brenda Brito, Marcello Brito, Sônia Guajajara. 

O terceiro debate, "Amazônia: Infraestrutura Para Quem", ocorre no dia 7 de junho, segunda-feira, também às 19h. 

O quarto debate, “Raízes da Amazônia: Projetando o Futuro”, ocorre no dia 8 de junho, terça-feira, às 19h.

O quinto debate "Amazônia e os Futuros Possíveis" ocorre no dia 9 de junho, quarta-feira, último dia de mostra. Este debate é realizado em parceria com a ONG o Eco e tem como foco o filme BR Acima de Tudo, de Fred Rahal Mauro, que integra a programação e tem sua première na Mostra. 

ONDE ASSISTIR?

A programação da Mostra Ecofalante está disponível no site www.ecofalante.org.br. As plataformas de streaming que estão hospedam a programação são a Belas Artes À La Carte e a Ecofalante. Basta entrar  no site e clicar no filme desejado para ser automaticamente direcionado à plataforma de exibição.

Plano Geral
Publicidade
Publicidade