PUBLICIDADE

No calor francês, Leclerc é o mais rápido em treino livre da F1

Charles Leclerc, da Ferrari, supera Max Verstappen por pouco e lidera o primeiro treino livre para o GP da França. Asfalto beira os 60°C

22 jul 2022 - 10h14
Ver comentários
Publicidade
Charles Leclerc lidera o primeiro treino livre na França
Charles Leclerc lidera o primeiro treino livre na França
Foto: Ferrari / Twitter

Em meio ao calor europeu, a Fórmula 1 iniciou as atividades para o GP da França, no circuito de Paul Ricard. E o primeiro treino livre para a etapa francês foi liderado por Charles Leclerc, da Ferrari. Max Verstappen, da Red Bull, liderou a maior parte da sessão, mas cometeu um pequeno erro em sua volta mais rápida e ficou atrás de Leclerc. Carlos Sainz, também da Ferrari, ficou em 3º, logo à frente de George Russell, da Mercedes.

A notícia antes do treino é de que duas equipes seguiram a regra as obriga a ceder espaço em treinos livres para pilotos novatos. Alfa Romeo e Mercedes participaram da sessão com pilotos alternativos. Mas chamá-los de novatos pode ser um certo exagero.

Max Verstappen no labirinto de Paul Ricard
Max Verstappen no labirinto de Paul Ricard
Foto: Red Bull / Twitter

A Alfa Romeo deu um descanso para Valtteri Bottas para que Robert Kubica participasse. O veterano polonês, reserva da equipe, já havia andado em uma sessão do GP da Espanha. Já a Mercedes cedeu o carro de Lewis Hamilton para Nyck de Vries. O holandês de 27 anos, apesar de nunca ter corrido oficialmente na F1, é campeão de F2 e F-E, e, assim como Kubica, já havia participado do treino livre na Espanha, em maio. Na ocasião, de Vries andou pela Williams. Ele é o reserva de ambas as equipes.

O maior desafio do fim de semana promete ser o calor: a temperatura do asfalto bateu os 60°C, o que tende a gerar alto desgaste de pneus. A maioria das equipes optou por “queimar” seus pneus macios, poupando os médios e duros, mais resistentes, para a corrida.

Nyck de Vries participa do TL1 pela Mercedes
Nyck de Vries participa do TL1 pela Mercedes
Foto: Mercedes / Twitter

Com os carros na pista, Red Bull e Ferrari ditaram o ritmo, com a Mercedes querendo entrar na briga. Verstappen foi o mais rápido da primeira metade do treino, sendo superado por Sainz um pouco depois. Sainz, aliás que perderá 10 posições no grid por utilizar uma nova central eletrônica em seu carro. Com metade da sessão transcorrida, Russell e de Vries vinham pouco atrás dos dois líderes, à frente de Sergio Perez e Charles Leclerc.

Verstappen ficou pouco tempo longe do topo da tabela, já que, com 20 minutos restantes, voltou a superar Sainz e pontear a lista de tempos, mesmo cometendo um erro no setor 3. O pequeno erro acabou custando a liderança pouco depois, já que Leclerc também fez boa volta e superou a marca de Verstappen por 0s091, fazendo 1min33s930, volta que não seria superada.

Com isso, o top 10 ficou com: Charles Leclerc, Max Verstappen, Carlos Sainz, George Russell, Pierre Gasly, Sergio Perez, Lando Norris, Alex Albon, Nyck de Vries e Daniel Ricciardo. Robert Kubica ficou em 19º, 0s7 atrás de Guanyu Zhou e à frente apenas de Nicholas Latifi, que não usou pneus macios. Hamilton e Bottas voltam aos seus carros no TL2, que acontece ainda nessa sexta-feira, às 12 horas.

Os resultados do TL1 do GP da França
Os resultados do TL1 do GP da França
Foto: F1
Parabólica
Publicidade
Publicidade