0

Conheça o McLaren MCL35M, novo carro de Ricciardo para 2021

Novo McLaren MCL35M marca o retorno dos motores Mercedes para a equipe inglesa; carro será pilotado por Daniel Ricciardo e Lando Norris

16 fev 2021
12h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Representada pelos pilotos Daniel Ricciardo e Lando Norris, a McLaren busca repetir o bom desempenho da temporada 2020.
Representada pelos pilotos Daniel Ricciardo e Lando Norris, a McLaren busca repetir o bom desempenho da temporada 2020.
Foto: McLaren / Divulgação

Depois de dois meses desde o GP de Abu Dhabi, a McLaren está de carro novo. A equipe inglesa foi a primeira equipe a apresentar um novo carro para a temporada de 2021, o MCL35M. Representada pelos pilotos Lando Norris e o recém-contratado Daniel Ricciardo (ex-Renault) a McLaren apostou em mudanças sutis por fora e na troca de motores para 2021.

No lugar da Renault, que forneceu motores para a McLaren entre 2018 e 2020, entram os motores Mercedes-AMG, que retornam ao time inglês após sete temporadas longe de Woking. A parceria entre as marcas chegou até mesmo ao nome do carro, MCL35M, que traz a última letra “M” em referência à nova fornecedora de motores.

No entanto, além dessa menção, não há nenhuma marca da Mercedes no carro, como aconteceu durante a primeira passagem da montadora alemã pela McLaren, que durou entre 1995 a 2014. Juntas, as duas conquistaram três títulos de pilotos (Mika Häkkinen em 1998 e 1999, e Lewis Hamilton em 2008), e um título de construtores, em 1998.

Novo McLaren MCL35M mantém o esquema de cores adotado na última temporada, com destaque para o laranja e o azul.
Novo McLaren MCL35M mantém o esquema de cores adotado na última temporada, com destaque para o laranja e o azul.
Foto: McLaren / Divulgação

Essa foi a principal mudança no carro em relação ao ano passado. Isso aconteceu devido ao novo teto de gastos da categoria, que limita os custos a US$ 145 milhões (cerca de R$ 778 milhões) por temporada. Outro motivo foi o congelamento do regulamento do campeonato devido à pandemia de Covid-19.

Com isso, o novo MCL35M é uma evolução do carro da temporada passada -- o MCL35 -- e conta com mudanças sutis voltadas para a aerodinâmica. Por fora, pouco mudou. A pintura segue predominantemente com a clássica cor laranja utilizada pela McLaren desde os anos 60. Além disso, o MCL35M traz um novo bico, com desenho mais afilado, e as aletas na asa dianteira ganham um perfil mais suave em relação ao ano passado.

Por fora, o MCL35M teve como principal mudança a adoção de um novo assoalho, que reduz os níveis de downforce em relação ao ano passado.
Por fora, o MCL35M teve como principal mudança a adoção de um novo assoalho, que reduz os níveis de downforce em relação ao ano passado.
Foto: McLaren / Divulgação

O carro ainda traz detalhes azuis como no ano passado e algumas partes com acabamento em fibra de carbono. A principal mudança no exterior é a adoção de um novo assoalho, com o objetivo de reduzir os níveis de downforce. Outras alterações incluem modificações na parte traseira para acomodar o novo motor.

Por outro lado, a maior mudança em relação ao carro de 2020 está por dentro. O MCL35M marca o retorno da Mercedes-AMG como fornecedora de motores da escuderia inglesa. Depois de utilizar motores Renault nas últimas três temporadas, a McLaren se junta à própria equipe Mercedes, Williams e Aston Martin entre as escuderias que vão correr em 2021 com os motores alemães.

Atrás somente da campeã Mercedes e da vice Red Bull, a McLaren tem como meta manter a terceira colocação conquistada em 2020, quando somou 202 pontos. Para isso, a equipe inglesa aposta as fichas não só no carro, como também na sua dupla de pilotos.

Sai Renault, entra Mercedes: após três temporadas usando motores franceses, a McLaren retoma parceria com a Mercedes.
Sai Renault, entra Mercedes: após três temporadas usando motores franceses, a McLaren retoma parceria com a Mercedes.
Foto: McLaren / Divulgação

No lugar do espanhol Carlos Sainz, que foi para a Ferrari, a McLaren contratou o carismático Daniel Ricciardo. O australiano vencedor de sete GPs assinou por três temporadas e será companheiro de Lando Norris, que já vai para sua terceira temporada como piloto da equipe.

Juntos, eles têm como missão conquistar pódios para a McLaren, e também encerrar o jejum de vitórias da equipe, que já dura oito anos. A última conquista do time inglês foi o GP do Brasil de 2012, vencido pelo piloto inglês Jenson Button. Com o carro já apresentado, a McLaren volta agora as atenções para a pré-temporada, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de março, no Circuito do Bahrein.

Antes disso, no entanto, os pilotos da McLaren terão a oportunidade de testar o MCL35M no circuito de Silverstone nesta terça (15), durante a filmagem da pré-temporada da equipe. Já a primeira corrida da temporada vai acontecer no dia 28 do próximo mês, também no Bahrein.

Veja também:

Live do GP do Bahrein: como Hamilton superou Verstappen
Parabólica
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade