0

Vídeo: Porsche 718 Boxster GTS 2.5

A nova versão GTS, que chegou na linha 2018 com 365 cavalos, deixou o 718 Boxster ainda mais nervoso. Veja os detalhes desse conversível

30 nov 2019
15h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Com o motor de 265 cv, o Boxster GTS é capaz de ir de 0-160 km/h em 9s0 e de 0-200 km/h em 14s2. Sua aceleração de 0-100 é feita em apenas 4s1.

Em relação ao 718 Boxster S, que já é mais esportivo que o Boxster de entrada, o 718 Boxster GTS tem 15 cv a mais de potência. Em relação ao antigo GTS, são 35 cavalos extras.

O 718 GTS ganhou um novo duto de admissão para o motor boxer de quatro cilindros e melhorou a performance do turbocompressor.

Os módulos luminosos dianteiros e os faróis Bi-Xenon são escurecidos, assim como os demais detalhes da versão GTS. Entre eles as ponteiras do escapamento, que ficam posicionadas no centro da traseira.

O que nós gostamos

Sua aceleração brutal é resultado de um casamento perfeito entre o motor de 2,5 litros, o câmbio PDK de sete marchas, o Pacote Sport Chronos e a carroceria de 1.405 kg – uma combinação traduzida em ótimas relações de peso com a potência e o torque (3,8 kg/cv e 3,4 kg/Nm).

No modo Sport+ o carro é um avião: basta girar o botão do volante e se divertir, pois a partir de 1.900 rpm o motor já entrega a totalidade de seus 430 Nm de torque.

O carro tem tração traseira, mas o motor e o câmbio posicionados logo atrás do motorista, antes do eixo traseiro, dão a ele um equilíbrio perfeito.

Os pneus muito largos, a suspensão ativa (PASM) e o sistema de vetorização de torque (PTV Plus) mantêm o 718 grudado no chão.  

A rigidez do Boxster também impressiona – se não fosse a capota aberta e o vento zunindo por cima da cabeça, não daria para perceber que se trata de um conversível. 

O aproveitamento de espaço é impressionante, pois o carro tem tudo que um exigente casal necessita em uma cabine reduzidíssima.

O capô e o porta-malas podem ser abertos por duas alavancas que ficam discretamente acomodadas no assoalho, entre a porta e o banco do motorista. 

O que pode melhorar

Faz falta um “aircap” (boné de ar) e um “airscarf” (cachecol de ar), como o do Mercedes C 300 Cabriolet, para os dias de muito frio e garoa fina.

Uma pena que agora o motor não berre como o antigo aspirado. A bordo, o som mais comum é o do zunido do turbo, menos empolgante.

Os números

  • Ano: 2020
  • Preço: R$ 485.000
  • Motor: 2.5 turbo
  • Potência: 365 cv
  • Torque: 430 Nm
  • Câmbio: 7 marchas AT
  • Comprimento: 4,379 m
  • Largura: 1,801 m
  • Altura: 1,272 m
  • Entre-eixos: 2,475 m
  • Pneus: 235/35 R20 (d) e 265/35 R20 (t)
  • Peso: 1.405 kg
  • Porta-malas: 150 litros (d) e 125 litros (t)
  • Tanque: 64 litros
  • 0-100 km/h: 4s1
  • Velocidade máxima: 275 km/h
  • Consumo cidade: 9,0 km/l
  • Consumo estrada: 12,5 km/l
  • Emissão de CO2: 140 g/km
Veja o vídeo com o Boxster GTS.
Veja o vídeo com o Boxster GTS.
Foto: Reprodução / Guia do Carro

 

Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade