0

Porsche 911 GT3 estreia como recordista em Nürburgring

Com opção de câmbio manual, versão esportiva do 911 conta com motor boxer aspirado de 510 cv e deve chegar ao país ainda em 2021

16 fev 2021
13h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Por fora, o Porsche 911 GT3 abusa de componentes em fibra de carbono, como o novo capô que conta com duas saídas de ar.
Por fora, o Porsche 911 GT3 abusa de componentes em fibra de carbono, como o novo capô que conta com duas saídas de ar.
Foto: Porsche / Divulgação

A Porsche revelou nesta terça (15) o novo 911 GT3. A versão esportiva finalmente chegou à sua sétima geração, após dois anos do lançamento do atual 911. Assim como nos modelos anteriores, o 911 GT3 utiliza tecnologias idênticas às usadas em versões de corrida, como o 911 RSR, que disputa provas de resistência como as 24 Horas de Le Mans. Com isso, ele se torna praticamente um modelo de competição homologado para o uso fora das pistas.

Mecanicamente, nada de turbo. O novo 911 GT3 é equipado com um motor baseado no carro de corrida 911 GT3 R. Trata-se de um boxer aspirado de seis cilindros, com quatro litros de deslocamento, e que entrega 510 cv de potência e 470 Nm de torque. Além disso, o 911 GT3 possui tração traseira e chega com duas opções de câmbio: de série, o modelo traz o automatizado de dupla embreagem PDK, de sete marchas, e como opcional, há também um câmbio manual de seis marchas.

Traseira do modelo tem como destaque o enorme aerofólio e um difusor, ambos feitos de fibra de carbono.
Traseira do modelo tem como destaque o enorme aerofólio e um difusor, ambos feitos de fibra de carbono.
Foto: Porsche / Divulgação

O conjunto mecânico do novo 911 GT3 permite que o modelo alcance uma velocidade máxima de 320 km/h (318 km/h com PDK), e acelere de 0 a 100 km/h em apenas 3,4 segundos. Outro destaque do modelo é a sua suspensão, que mais uma vez conta com componentes utilizados na versão de corrida RSR. Na dianteira, o 911 GT3 conta com um sistema Double Wishbone, que é composto por um eixo de braços transversais duplos.

Esse conjunto contribui para aumentar a estabilidade nas curvas, assim como a capacidade de respostas e a sensibilidade da direção. Na traseira, novamente uma tecnologia utilizada em corridas. O braço inferior da suspensão traz conexões em uniball, que proporcionam menor deformação. O modelo também conta com novos amortecedores, e traz um eixo traseiro direcional, que auxilia em situações de manobra e em curvas.

Por dentro, o console segue o mesmo das demais versões do 911. No entanto, a versão esportiva traz volante revestido em Alcantara.
Por dentro, o console segue o mesmo das demais versões do 911. No entanto, a versão esportiva traz volante revestido em Alcantara.
Foto: Porsche / Divulgação

Por fora, o 911 GT3 também traz mudanças em relação às demais versões do 911. Uma das preocupações da Porsche para essa versão foi reduzir o peso do carro. Apesar da carroceria mais larga, o 911 GT3 passou por uma dieta à base de fibra de carbono e plástico. Entre as peças que utilizam esse material, o destaque fica para o enorme aerofólio de fibra de carbono, o novo capô -- que traz duas saídas de ar -- além do spoiler dianteiro, os para-lamas e a estrutura do monobloco.

Além disso, a versão também conta ainda com vidros leves e um sistema de escapamento esportivo feito em aço inox, que reduz o peso em cerca de 10 kg. No total, o modelo pesa 1.418 kg (1.435 kg com câmbio PDK), o que torna a relação peso-potência em torno de ótimos 2,78 kg/cv na versão manual. Por fim, as rodas do 911 GT3 trazem um sistema de porcas centrais, e são de 20" na dianteira e 21" na traseira.

Novo Porsche 911 GT3 pode receber como opcional bancos esportivos de fibra de carbono e cintos com seis pontos de fixação.
Novo Porsche 911 GT3 pode receber como opcional bancos esportivos de fibra de carbono e cintos com seis pontos de fixação.
Foto: Porsche / Divulgação

Por dentro, o 911 GT3 segue o interior das demais versões do 911. O modelo segue com o painel de instrumentos digital e a central multimídia com a função Apple CarPlay. No entanto, como opcional, a versão pode trazer bancos esportivos de fibra de carbono e uma gaiola de proteção gaiola de proteção na parte traseira, além de cintos de segurança seis pontos de fixação, como em modelos de corrida.

Todos esses fatores permitiram que o 911 GT3 se tornasse o carro esportivo aspirado de produção mais rápido de Nürburgring. O modelo percorreu os 20,8 km do circuito alemão em 6:59.927, cerca de 17 segundos mais rápido do que a geração anterior. De acordo com a Porsche, os resultados foram obtidos ainda durante o desenvolvimento do modelo, utilizando os pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 R, que estão disponíveis como item opcional.

Como opcional, o novo 911 GT3 pode ser equipado com um câmbio manual de seis marchas.
Como opcional, o novo 911 GT3 pode ser equipado com um câmbio manual de seis marchas.
Foto: Porsche / Divulgação

Para os futuros donos do novo 911 GT3, a Porsche preparou um relógio exclusivo. O cronógrafo conta com design inspirado no modelo, com aro que acompanha a cor escolhida pelo dono do carro. Feito de titânio, ele custa a bagatela de 7.750 euros (cerca de R$ 50 mil). Já o carro sai por bem mais. Com entregas previstas para maio deste ano, o 911 GT3 custa a partir de 167.518 euros (pouco mais de R$ 1 milhão). Confirmado para o Brasil, a versão deve chegar ao país apenas no segundo semestre de 2021. Os preços, no entanto, ainda não foram divulgados.

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade