PUBLICIDADE

Novo Renault Captur de 170 cv precisa ir além da beleza

Confirmado para o dia 7 de julho, novo Renault Captur nacional terá desafios que o atual modelo não cumpriu

17 jun 2021 12h53
ver comentários
Publicidade
Renault Kaptur: mudança no modelo da Rússia ocorreu em 2020.
Renault Kaptur: mudança no modelo da Rússia ocorreu em 2020.
Foto: Renault / Divulgação

O novo Renault Captur será lançado no dia 7 de julho. A Renault já confirmou ao GUIA DO CARRO que o novo motor 1.3 turbo (o mesmo do Mercedes GLB 200) terá 170 cv de potência, por utilizar a tecnologia flex fuel. Por enquanto, a marca francesa faz segredo sobre as novidades do Captur, inclusive em relação ao design.

A principal aposta do mercado é que o novo Captur será baseado no Kaptur da Rússia, lançado em 2020. Uma coisa é certa: o carro não terá o mesmo design do modelo vendido na França. Qualquer que seja o design, entretanto, é certo que o novo Captur será um carro bonito, pois o atual já se destaca pela beleza entre os SUVs. Porém, o Renault Captur precisará ir além.

Quando estreou no Brasil, em 2017, o Renault Captur agradou pelo visual. Porém, tecnicamente, o SUV compacto não empolgou. Dotado das mesmas características do Renault Duster, o Captur mostrou que era só um rostinho bonito. Tinha, claro, as mesmas boas características do Duster, especialmente a robustez, mas o público esperava mais. A versão com motor 2.0 e câmbio automático de 4 marchas não vingou.

Interior do Renault Kaptur, da Rússia, que mudou em 2020.
Interior do Renault Kaptur, da Rússia, que mudou em 2020.
Foto: Renault / Divulgação

Agora o Captur tenta de novo. O novo motor é uma grande notícia. Desenvolvido em parceria entre a Mercedes e a Renault, o motor 1.3 certamente vai dar mais agilidade ao Captur. Por ser turbinado, deverá ser também eficiente. Mas isso não é tudo. Recentemente, o Jeep Compass adotou um novo motor 1.3 turbo de 185 cavalos, mas o câmbio automático de 6 marchas não foi a melhor escolha. Atualmente, o Captur utiliza o câmbio CVT de 6 marchas que também equipa o Renault Duster e o Nissan Kicks.

Em 2020, o Renault Captur ficou apenas em 42º lugar no ranking de vendas do Brasil, com pouco mais de 10 mil unidades emplacadas. A marca francesa foi uma das mais afetadas durante a pandemia de Covid-19. No ranking de SUVs, o Captur ficou em 11º lugar, enquanto o Renault Duster ficou em 9º, com quase o dobro de vendas.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade