0

Creta Smart Plus tenta fazer papel que foi do antigo Tucson

Hyundai Creta Smart Plus, nova versão do SUV compacto na linha 2021, é um carro prático e versátil, como o Hyundai Tucson dos anos 2000

19 nov 2020
16h59
atualizado às 22h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Hyundai Creta Smart Plus: nova versão intermediária para a linha 2021.
Hyundai Creta Smart Plus: nova versão intermediária para a linha 2021.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Quem acompanhou o mercado brasileiro de carros no ano 2000 sabe o que representou o Hyundai Tucson. Foi uma verdadeira febre entre os consumidores brasileiros. Na época, a Hyundai ainda era só uma marca de importados representada pela Caoa. Pois bem: o novo Creta Smart Plus poderia realizar o papel do velho Tucson. Não por ser um fenômeno de vendas, mas pela praticidade e versatilidade.

O Creta Smart Plus tem uma lista recheada de equipamentos. A ideia da Hyundai foi oferecer um carro com todas as funcionalidades exigidas pelos consumidores de hoje, mas com uma motorização mais acessível na linha 2021. 

O Creta Smart Plus não é exatamente barato. Ele chegou custando R$ 91.590, mas já teve um aumento de R$ 2.400. Porém, ainda se posiciona como uma versão intermediária na linha. A Hyundai também inovou na forma de vendê-lo -- é possível comprar o Creta Smart Plus sem sair de casa pelo Hyundai Express. 

Hyundai Creta tem bom vão livre do solo (19 cm), o que lhe permite passar por obstáculos.
Hyundai Creta tem bom vão livre do solo (19 cm), o que lhe permite passar por obstáculos.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Entre os destaques do Creta Smart Plus estão rodas diamantadas de liga leve de 17”, faróis de neblina, luzes diurnas de LED, volante de couro, ar-condicionado automático digital, multimídia BlueMedia 7” com Android Auto, Apple CarPlay e TV Digital, câmera de ré com linhas adaptativas, monitoramento de pressão dos pneus e bancos revestidos parcialmente em couro.

O motor 1.6 vai bem na cidade, pois tem 130 cv de potência. Mas, para isso, é preciso abastecer com etanol e o consumo é um pouco alto: o carro faz 7,1 km/l na cidade e 8,2 na estrada. Com gasolina a potência cai para 123 cavalos, o que torna o Creta lento em subidas. Porém, o consumo melhora e o carro faz 10,1 km/l na cidade e 11,3 na estrada.

As suspensões são firmes, mas não duras. O carro está muito bem adaptado às ruas brasileiras e tem a suspensão é superior à do ChevroletTracker, que tem sido o SUV mais vendido do país nos últimos meses. Há dignidade para quem viaja atrás no Creta. 

Apesar de algumas coincidências, falta algo para que o Creta 1.6 seja tão amado quanto o velho Tucson 2.0: potência. Aquele Tucson era versátil, prático e bem equipado, como o Creta Smart Plus, mas era também muito potente. Com 142 cv de potência e 184 Nm de torque, o velho Tucson era um belo carro estradeiro, além de ser ágil na cidade. 

Tanto com etanol como com gasolina, o Creta é econômico apenas em baixas rotações, por isso é uma boa compra para quem roda bastante na cidade, mas não é tão interessante na estrada. A potência máxima surge a 6.000 rpm. Quanto ao torque (157 ou 162 Nm, se abastecido com gasolina ou etanol) surge na sua totalidade somente a 4.500 rpm.

Creta Smart Plus poderia cumprir o papel que foi o velho Tucson, mas falta potência.
Creta Smart Plus poderia cumprir o papel que foi o velho Tucson, mas falta potência.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O velho Hyundai Tucson 2005 também entregava a potência máxima a 6.000 rpm e o torque a 4.500, mas eram valores bem maiores. Por causa disso, o Creta Smart Plus ocupa apenas parcialmente o papel que foi do velho Tucson de primeira geração. Seu principal mérito é oferecer um bom conteúdo próximo dos R$ 90 mil, porque todos os carros ficaram absurdamente caros para o padrão do consumidor brasileiro.

No uso diário, o Hyundai Creta Smart Plus agrada bastante. A dirigibilidade é boa, o carro é compacto e bonito, os instrumentos são fáceis de ler e usar, a multimídia é extremamente amigável e você rapidamente transforma o carro na extensão de sua casa. Não há luxo e o acabamento é simples, mas isso não tira os méritos do SUV coreano. O bom vão livre do solo (19 cm) ajuda na transposição de buracos e valetas. 

Também destacamos alguns itens importantes, como controle de estabilidade, controle de tração, sinalização de frenagem de emergência, assistente de partida em rampa, piloto automático com controles no volante, sensores de estacionamento traseiros, vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one-touch e antiesmagamento, além de abertura e fechamento dos vidros elétricos  com a chave. 

Interior agrada e tem BlueMedia 7" com Android Auto, Apple CarPlay e TV digital.
Interior agrada e tem BlueMedia 7" com Android Auto, Apple CarPlay e TV digital.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Dentro da linha Creta, a versão Smart Plus está bem no meio. Os preços são os seguintes:

  • Atittude - R$ 76.990
  • Action - R$ 83.390
  • Smart Plus - R$ 93.990
  • Limited - R$ 102.390
  • Prestige - R$ 111.990

O Creta Smart Plus está disponível em cinco cores: Preto Onix, Branco Atlas, Prata Sand, Prata Brisk e Cinza Silk. Quanto ao Creta 2.0 flex, de 156/166 cv (g/e), deixou de ser produzido na linha 2021. 

Os números

  • Preço: R$ 93.390
  • Motor: 1.6 aspirado flex
  • Potência: 130 cv a 6.000  rpm (e)
  • Torque: 162 Nm a 4.500 rpm (e)
  • Câmbio: 6 marchas AT
  • Comprimento: 4,290 m
  • Largura: 1,780 m
  • Altura: 1,635 m
  • Entre-eixos: 2,590 m
  • Vão livre: 190 mm
  • Pneus: 215/60 R17
  • Peso: 1.359 kg
  • Porta-malas: 431 litros
  • Tanque: 55 litros
  • 0-100 km/h: 12s0
  • Velocidade máxima: 172 km/h
  • Consumo cidade: 10,1 km/l (g)
  • Consumo estrada: 11,3 km/l (g)
  • Emissão de CO2: 127 g/km

Veja também:

Porsche Taycan, o carro elétrico que é uma obra-prima
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade