4 eventos ao vivo

Como saber o preço justo de seu carro na hora de vender

Startup usa tecnologia, inteligência artificial e machine learning para fazer precificação mais justa, fugindo dos descontos da tabela Fipe

17 dez 2020
09h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Quanto de fato valeria um Toyota Corolla 2017 com diferentes utilizações e equipamentos?
Quanto de fato valeria um Toyota Corolla 2017 com diferentes utilizações e equipamentos?
Foto: Toyota / Divulgação

Quanto vale seu carro? Você está pedindo um preço muito alto? Ou seria muito baixo? Como saber o preço justo? Esta é uma dúvida que passa pela cabeça de muita gente que precisa vender um carro. Será que a tabela Fipe é mesmo a melhor maneira de avaliar um seminovo?

Bem, sabemos que a tabela é uma média, portanto não considera quilometragem, estado de conservação e opcionais do carro, por exemplo. Para precificar de forma justa, é preciso levar em conta fatores como oferta de mercado e procura por modelo, e nisso a tecnologia e a inteligência artificial podem ajudar. 

De olho nessa necessidade, a empresa Volanty, uma autotech carioca que atua no Rio de Janeiro e em São Paulo, está transformando a maneira como o brasileiro compra e vende automóveis. Por meio da tecnologia, a startup coleta informações sobre os modelos ofertados no mercado. 

Depois, com um sistema de análise que conta com gestão de estoque, baseado em inteligência artificial e levando mais de 600 fatores em consideração, verifica a demanda de cada um, além de possíveis reparos que podem ser feitos no automóvel, ajudando a determinar um preço justo para a compra do veículo.

Volanty está inovando no mercado de carros seminovos graças à Inteligência Artificial.
Volanty está inovando no mercado de carros seminovos graças à Inteligência Artificial.
Foto: Volanty / Divulgação

Segundo Guilherme Martins, CTO da Volanty, os dados e a tecnologia são aliados muito valiosos para desmistificar algo que ainda é tão burocrático no Brasil: a precificação de seminovos. "O uso de inteligência artificial ajuda a diminuir algo que é recorrente no mercado, a discrepância de valores por opinião pessoal que podem surgir na hora de vender”, disse.

Além disso, na Volanty o veículo seminovo passa por uma inspeção de um profissional especializado, que considera mais de 150 itens, permitindo oferecer um preço transparente e justo para quem deseja vender. Sem dúvida, uma proposta que parece mais justa do que simplesmente aplicar um desconto na tabela Fipe, tanto para quem vende quanto para quem compra.

 

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade