0

Avaliação: nova Chevrolet S10 entrega o que promete?

Rodamos 1.500 km com a versão High Country em vários tipos de estrada, na cidade, no asfalto e no campo, para saber do que a S10 é capaz

21 set 2020
08h00
atualizado às 21h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Chevrolet S10 High Country: 1.500 km passando por vários tipos de estrada.
Chevrolet S10 High Country: 1.500 km passando por vários tipos de estrada.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Nem sempre é preciso modificar um carro de cabo a rabo para deixá-lo mais interessante. É o caso da picape Chevrolet S10, que passou por uma levíssima atualização e já disputa a liderança do segmento com sua eterna rival Toyota Hilux. A versão mais modificada foi a High Country, topo de linha, que ganhou design frontal exclusivo. Mas engana-se quem pensa que a S10 mudou por causa da Hilux. Ela mudou por causa da Ford Ranger, que vinha lhe roubando muitos clientes. 

Para saber se vale a pena comprar a S10 High Country 2021, rodamos cerca de 1.500 km com a picape, em estradas de pista simples (boas e ruins), em auto estrada, na cidade e no campo, por caminhos de terra e de pedra. Visualmente, a S10 High Country 2021 se destaca das demais versões por ter a grade preta com a palavra Chevrolet escrita em alto relevo, também na cor preta, e a gravatinha dourada deslocada para o lado esquerdo. Nem todos gostaram dessa mudança, mas ela diferencia quem está com uma picape topo de linha.

Nova S10 no campo: GM fez mudanças pontuais para agradar o público do agronegócio.
Nova S10 no campo: GM fez mudanças pontuais para agradar o público do agronegócio.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

As novas rodas esportivas de 18”, com as bordas usinadas e os raios em preto brilhante, deram um upgrade no design. Para certas utilizações, entretanto, os pneus utilizados não são os mais adequados. A GM optou por pneus de rodagem confortável, em estrada, e isso tem um preço na hora de rodar em estradinhas com pedras ou mesmo em asfalto ruim. Esta geração da S10 tem a suspensão mais dócil do que a anterior, mas ela ainda está um passo atrás de três picapes dessa categoria: Nissan Frontier, Volkswagen Amarok e Ford Ranger, que são mais suaves no rodar, pulam menos na traseira.

O conforto a bordo da S10 ainda pode ser melhorado, mas a conectividade teve um enorme avanço. A picape S10 High Country 2021 tem um sistema de internet a bordo incrivelmente amigável. Ela ganhou a nova geração da central multimídia MyLink, que permite conectar Android Auto e Apple CarPlay sem cabo, e fez enorme sucesso com todas as pessoas que tiveram acesso ao veículo. Nesse ponto, a Chevrolet S10 ultrapassou suas concorrentes e conseguiu o que parecia impossível: ficou melhor até do que a multimídia Sync 3 da Ranger Limited, que também é muito boa.

Um belo pôr do sol durante nossa avaliação da S10 High Country: pneus inadequados para as pedras.
Um belo pôr do sol durante nossa avaliação da S10 High Country: pneus inadequados para as pedras.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Desde o momento da partida no motor, a S10 High Country 2021 passa aos usuários uma sensação de que a picape está no topo da categoria. A vida a bordo é agradável para todos. O motorista agora conta com itens de segurança importantes, como alerta de colisão frontal, alerta de saída involuntária de faixa e controle eletrônico de estabilidade e tração, além de frenagem de emergência (que atua de 8 a 80 km/h). Sentimos falta apenas do piloto automático adaptativo (disponível na Ranger Limited). A picape da Ford tem ainda dois itens ausentes na S10: assistente de permanência na faixa (não apenas alerta) e assistente de farol alto (mas este não faz falta).

Ao volante, o motorista não vai reclamar do desempenho, que é muito bom. O motor 2.8 turbo diesel tem 200 cv de potência (mesma potência da Ranger 3.2) e dá um banho no 2.8 da Hilux (apenas 177 cv). Rodando a 120 km/h constantes, o motor da S10 gira a 1.900 rpm. O nível de ruído é aceitável para uma picape a diesel. Com o conta-giros na marca de 1.900 rpm, falta muito pouco para que a entrega total de torque esteja disponível. O torq    ue máximo da S10 é de 500 Nm e surge a 2.000 rpm. É muita força! São 30 Nm a mais do que na Ranger 3.2 (470 Nm) e 50 a mais do que na Hilux 2.8 (450 Nm). 

Bonita e com um visual diferenciado, S10 High Country dá status no interior do país.
Bonita e com um visual diferenciado, S10 High Country dá status no interior do país.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

O motor 2.8 de quatro cilindros da Chevrolet tem 2776 cm3 de cilindrada e duplo comando de válvulas no cabeçote, mas ainda usa correia dentada. Portanto, ao contrário da Ranger e da Hilux, que usam corrente, em algum momento a correia dentada da S10 terá de ser substituída por uma nova. Segundo a GM, o motor da S10 foi atualizado na linha 2021 e ganhou a mesma turbina que equipa a Chevrolet Colorado nos EUA. O objetivo da mudança não foi desempenho, mas sim economia. A nova turbina pode melhorar o consumo de diesel entre 3% e 10%. 

Com 200 cavalos e 500 Newton-metros debaixo do capô, a Chevrolet S10 respondeu prontamente a todas as solicitações para ultrapassagens. Mesmo nas estradas de pista simples, o motor proporcionou manobras seguras durante nossa avaliação (sempre com meia carga). A relação peso/potência da Chevrolet S10 é melhor do que a da Ranger: 10,5 kg/cv contra 11,3 kg/cv. Por causa disso, a S10 é mais rápida na aceleração de 0-100 km/h: 10,1 segundos contra 11,6 segundos. O câmbio automático de seis marchas também se mostrou impecável em todas as situações. Uma pena que a S10 High Country não tenha ajuste de profundidade no volante, pois ele melhoraria a posição de dirigir e certamente evitaria o cansaço no final da viagem. Só a Hilux tem esse item.   

Chevrolet S10 High Country vem com câmera de ré, o que facilita as manobras de estacionamento.
Chevrolet S10 High Country vem com câmera de ré, o que facilita as manobras de estacionamento.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

A S10 High Country traz um novo santantônio que envolve a caçamba e aumentou a capacidade volumétrica para 1.329 litros. Porém, como utilizamos a caçamba coberta o tempo todo, contamos com os 1.061 litros originais; mais do que suficientes. Como em todas as picapes, a caçamba não é à prova de poeira, o que exige o transporte de alguns itens dentro da cabine. Assim como a Ranger, a nova Chevrolet S10 também ganhou um sistema de amortecimento da tampa traseira. As manobras também ficaram facilitadas com a câmera de ré.

A GM fez bem em atualizar a Chevrolet S10. Os resultados começam a aparecer nas vendas. Com preço de R$ 213.290, a S10 High Country custa R$ 7.100 a mais do que a S10 LTZ. Porém, ela está bem mais em conta do que suas duas principais rivais. A Ford Ranger Limited custa R$ 219.890 (+R$ 6.600) e a Toyota Hilux SRX sai por R$ 227.190 (+R$ 13.900). Pelo menos enquanto a GM não subir os preços da S10 High Country, ela vale a pena, pois entrega o que promete, embora sua garantia seja de apenas três anos, contra cinco anos das rivais.

Na auto estrada, S10 High Country entrega bom desempenho e vida a bordo agradável.
Na auto estrada, S10 High Country entrega bom desempenho e vida a bordo agradável.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Os números

  • Preço: R$ 213.290
  • Motor: 2.8 turbo diesel
  • Potência: 200 cv a 3.600 rpm 
  • Torque: 500 Nm a 2.000 rpm
  • Câmbio: 6 marchas AT
  • Tração: 4x2, 4x4 e 4x4 reduzida
  • Comprimento: 5,408 m
  • Largura: 1,874 m
  • Altura: 1,839 m
  • Entre-eixos: 3,096 m
  • Vão livre: 228 mm
  • Peso: 2.101 kg
  • Pneus: 265/60 R18
  • Caçamba: 1.061 litros (ou 1.329 litros sem capota)
  • Carga útil: 1.049 kg
  • Tanque: 76 litros
  • Aceleração 0-100 km/h: 10s1
  • Velocidade máxima: 180 km/h
  • Consumo cidade: 8,7 km/l
  • Consumo estrada: 10,6 km/l
  • Emissão de CO2: 212 g/km
Novas rodas esportivas de 18” têm as bordas usinadas e os raios em preto brilhante.
Novas rodas esportivas de 18” têm as bordas usinadas e os raios em preto brilhante.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro

Equipamentos de série

  • Antena no teto
  • Câmera de ré digital de alta resolução
  • Chevrolet MyLink, com Tela LCD sensível ao toque de 8", navegador integrado, integração com smartphones através do Android Auto e Apple CarPlay, Radio AM/FM, Entrada USB e Aux-in, Função Audio Streaming, Conexão Bluetooth para Celular e configurações do veículo
  • Controles de Rádio e do Celular no Volante
  • Sistema de som - 4 alto falantes e 2 tweeters
  • Sistema Onstar
  • Wi-Fi embarcado no veículo para até 7 dispositivos eletrônicos
  • 06 Airbags (duplo frontal, duplo laterais e duplo de cortina)
  • Alarme Anti-furto
  • Alerta de Colisão Frontal
  • Alerta de Pressão dos Pneus
  • Alerta de Saída de Faixa
  • Aviso sonoro do cinto de segurança
  • Cintos de segurança traseiros laterais e central de 3 pontos retráteis
  • Controle eletrônico de estabilidade e tração (ESC)
  • Faróis de neblina
  • Lanterna de neblina
  • Luz de condução diurna / Luz de posição em LED
Gravatinha dourada ficou deslocada para a esquerda e o nome Chevrolet está escurecido acima da grade.
Gravatinha dourada ficou deslocada para a esquerda e o nome Chevrolet está escurecido acima da grade.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro
  • Protetor de cárter
  • Regulagem de altura dos faróis
  • Seletor eletrônico de tração 4x2, 4x4 e reduzida
  • Sistema de freios com ABS e sistema de distribuição de frenagem ("EBD")
  • Sistema de imobilização do motor
  • Tampa traseira com chave
  • Adesivo de coluna na cor preto (exceto nos veículo na cor preto e cinza graphite)
  • Adesivos decorativos HIGH COUNTRY nas laterais
  • Alavanca do freio de mão com detalhe cromado
  • Aplique com acabamento em alumínio polido com o emblema High Country no interior das portas dianteiras
  • Aplique decorativo cromado no painel de instrumentos
  • Capa de proteção do motor
  • Capota Marítima para versão High Country
  • Estribos laterais
  • Faróis com refletor
  • Friso cromado na parte superior das portas
  • Lanternas em LED
  • Maçaneta da tampa traseira cromada
  • Maçanetas externas na cor do veículo com detalhe cromado
  • Maçanetas internas cromadas
  • Manopla da alavanca de câmbio com detalhes cromados
  • Moldura do farol de neblina na cor preto "Anthracite"
  • Moldura interna nas portas na cor preta "Jet Black"
  • Molduras de proteção lateral na cor preta
  • Parachoque dianteiro na cor do veículo
  • Párachoque traseiro com molduras cromadas
  • Rack de teto
  • Rodas de alumínio Aro 18" exclusivas versão High Country
  • Santo Antônio exclusivo High Country
Novo santantônio integrado na caçamba aumentou a capacidade volumétrica, mas sem a capota.
Novo santantônio integrado na caçamba aumentou a capacidade volumétrica, mas sem a capota.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro
  • Volante com revestimento premium
  • Acendimento automático dos faróis através de sensor crepuscular
  • Alça de acesso na coluna dianteira - motorista
  • Alça de acesso na coluna dianteira - passageiro
  • Alças traseiras de teto
  • Alerta de detecção de pedestre frontal com auxilio de frenagem
  • Ar-condicionado digital
  • Assistente de partida em aclive (Hill Start Assist)
  • Chave reserva tipo canivete dobrável
  • Chave tipo canivete dobrável
  • Coluna de direção com regulagem em altura
  • Computador de bordo com três modos: - Informações de Viagem: velocidade instantânea, odômetro parcial / consumo médio / velocidade média para duas viagens, autonomia, consumo instantâneo, cronômetro e temperatura externa - Informações do Veículo: monitoramento pressão dos pneus, configuração de pressão dos pneus, tensão da bateria, temperatura do líquido do radiador, horas do motor / horas marcha lenta do veículo, temperatura do fluído da transmissão e função de aviso de velocidade - Informações de Consumo: consumo (km/l), tendência de consumo nos últimos 50 km (km/l), índice ECO
  • Console Central entre os bancos dianteiros com porta-objetos e porta-copos e descança-braço com porta-objetos
  • Controlador de velocidade de cruzeiro
  • Controle de velocidade em declive (Hill Descent Control)
  • Desembaçador elétrico do vidro traseiro
  • Direção Elétrica Progressiva
  • Espelho retrovisor interno eletrocrômico
  • Espelhos retrovisores externos elétricos, com luz indicadora de direção integrada, cromados e rebatimento elétrico
  • Ganchos para amarração de carga no interior da caçamba
  • Luz de cortesia no porta-luvas
Mesmo nas estradinhas de pista simples, força do motor facilitou as ultrapassagens.
Mesmo nas estradinhas de pista simples, força do motor facilitou as ultrapassagens.
Foto: Sergio Quintanilha / Guia do Carro
  • Porta-óculos no console de teto
  • Porta-revistas na parte traseira dos bancos dianteiros
  • Remote Start - Partida do motor por controle remoto e acionamento do ar-condicionado
  • Sensor de chuva com ajuste automático de intensidade
  • Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro
  • Sombreiras - motorista sem espelho e passageiro com espelho e cobertura
  • Tomada de força 12V (duas frontais)
  • Tomada de força 12V nos bancos traseiros
  • Transmissão automática de seis velocidades com opção de troca manual de marchas "Active Select"
  • Trava elétrica da tampa de combústivel
  • Trava elétrica das portas com acionamento na chave
  • Vidro elétrico na porta do motorista com acionamento por "um toque", anti esmagamento e abertura/fechamento automático pela chave
  • Vidro elétrico na porta do passageiro com acionamento por "um toque", anti esmagamento e abertura/fechamento automático pela chave
  • Vidro elétrico nas portas traseiras com acionamento por "um toque", anti esmagamento e abertura/fechamento automático pela chave
  • Banco do motorista com regulagem elétrica de altura, distância e inclinação do encosto
  • Banco traseiro bipartido e rebatível, com porta-objetos
  • Banco traseiro rebatível
  • Bancos com revestimento premium
  • Acabamento interno em dois tons "Jet Black" e "Very Dark Atmosphere" (Tonalidade Preto e Marrom Escuro)

 

Veja também:

Já testamos a segunda geração do Nissan Versa 1.6 CVT
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade