Mauro Cid é preso por obstrução de Justiça; STF analisa delação

22 mar 2024 - 17h59
Compartilhar

Mauro Cid é preso por obstrução de Justiça. O ex-ajudante de Bolsonaro foi preso novamente, nesta sexta-feira (22), após ter áudios vazados e prestar depoimento em audiência no Superior Tribunal Federal. No áudio, o tenente-coronel afirma ter sido pressionado pela Polícia Federal e critica o ministro Alexandre de Moraes. De acordo com o STF, validade dos termos da colaboração premiada de Mauro Cid está sendo analisada. 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade