0

Uber lança pagamento por meio de recarga pré-paga no Brasil

Usuários poderão usar mesma rede de recarga de crédito de celulares pré-pagos no Brasil, com 250 mil pontos de venda disponíveis

14 jun 2018
10h34
atualizado às 10h46
  • separator
  • comentários

O aplicativo de carona paga Uber começa a permitir, nesta quinta-feira (14), que os usuários brasileiros do aplicativo adicionem crédito pré-pago para pagar pelas corridas. A lógica é a mesma do celular pré-pago: a pessoa vai até um dos 250 mil pontos de venda de crédito, faz o pagamento entre R$ 25 e R$ 200 e a máquina gerará um cupom com um código, que deve ser cadastrado no aplicativo. O Brasil é o único País a receber a modalidade de pagamento por meio de recarga pré-paga.

Uber passa a permitir crédito pré-pago no aplicativo
Uber passa a permitir crédito pré-pago no aplicativo
Foto: Canaltech

Com o anúncio, a empresa americana amplia as opções de pagamento que não dependem do uso de cartão. No final de 2017, a Uber já havia iniciado a venda de cartões pré-pagos do aplicativo em lojas de varejo, o que permitia aos usuários comprarem créditos. A mudança foi feita para ajudar a impulsionar o uso do aplicativo em regiões periféricas das cidades brasileiras, onde muitas pessoas não têm acesso a cartão de crédito, ao mesmo tempo em que tenta atender quem prefere controlar os gastos com o aplicativo.

Os créditos pré-pagos poderão ser usados tanto para pagar corridas no aplicativo da Uber como para pagar por refeições encomendadas no aplicativo de delivery de comida Uber Eats no País.

Para adicionar os créditos da Uber no celular, basta abrir o aplicativo, tocar em Menu, abrir a seção Pagamentos, depois Adicionar forma de pagamento e, então, Uber Pré-Pago. O aplicativo abrirá um campo para que o usuário possa digitar o código recebido no ponto de venda após o pagamento pelo valor desejado em créditos. Conforme o usuário utilizar o valor em corridas, o crédito disponível é abatido do total cadastrado no aplicativo.

Veja também

 

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade