PUBLICIDADE

Tesla demite 200 funcionários da divisão de veículos autônomos

Montadora de veículos elétricos fechou escritório em San Mateo, na Califórnia

29 jun 2022 - 15h53
Ver comentários

A montadora Tesla demitiu cerca de 200 trabalhadores envolvidos com o sistema de autopiloto dos carros da marca americana, de acordo com a reportagem da agência Bloomberg publicada nesta quarta-feira, 29. Os cortes afetam a aposta principal da montadora de veículos elétricos, que desenvolve maneiras de tornar seus carros autônomos.

As demissões foram concentradas em San Mateo, na Califórnia, onde a companhia de Elon Musk possui funcionários envolvidos com o sistema Autopiloto, responsável por dar alguma autonomia aos carros da marca. Segundo a apuração da Bloomberg, esses funcionários treinavam a inteligência artificial da companhia com dados sobre tráfego, tarefa geralmente considerada mal-paga e pouco especializada.

O site TechCrunch afirma que o escritório em San Mateo possuía 276 funcionários, dos quais 196 foram demitidos nesta quarta. Os restantes devem ser realocados para outro escritório.

Os cortes acontecem após Elon Musk afirmar, no início deste mês, que a montadora de carros elétricos deveria demitir 10% dos seus funcionários, como forma de se precaver pela recessão econômica mundial. Atualmente, a Tesla possui 100 mil funcionários em todo o mundo no final de 2021, segundo documentos protocolados junto às autoridades americanas.

Estadão
Publicidade
Publicidade