7 eventos ao vivo

Spotify vai proibir oficialmente uso de bloqueadores de anúncios

Aplicativo de streaming de música não precisará mais notificar usuários gratuitos que burlam a publicidade; novos termos começam a valer 1º de março

8 fev 2019
19h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O Spotify agora vai proibir oficialmente o uso de bloqueadores de anúncios, conforme o publicado em sua versão atualizada dos Termos de Serviços disponível nesta sexta-feira, 8. A divulgação de peças de propaganda durante as músicas é a única opção possível para usuários de contas gratuitas.

No documento, as novas regras dizem que contornar ou bloquear anúncios no Spotify Service, criar ou distribuir ferramentas destinadas a bloquear anúncios no Spotify Service pode resultar na rescisão ou suspensão imediata da conta.

O streaming de vídeo já adota medidas significativas para limitar os bloqueadores de anúncios. No ano passado, um porta-voz do Spotify revelou que a empresa tem várias ferramentas para detectar, investigar e lidar com bloqueadores de anúncios.

A empresa, no entanto, começou a atacar essas ferramentas depois que foi noticiado, em março do ano passado, que 2 milhões de usuários gratuitos do Spotify estavam burlando os anúncios. À época, o serviço de streaming desativou as contas e enviou e-mail para os usuários notificando que eles poderiam voltar a usar o serviço depois de desinstalar a ferramenta de bloqueio de anúncios.

Com as novas regras, que entram em vigor em março, o Spotify ganha o direito de encerrar as contas imediatamente, sem avisar o usuário.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade