7 eventos ao vivo

Robôs japoneses detectam chulé e mau hálito

Modelos percebem os odores com um sensor e reagem alertando o usuário

8 mai 2013
09h40
atualizado às 09h49
  • separator
  • 0
  • comentários

Em parceria com Instituto de Tecnologia da Universidade de Kitakyushu, a empresa japonesa CrazyLabo criou dois modelos de robô, um em formato de cabeça de mulher e outro de cachorro, para alertar usuários em casos de chulé e mau hálito.

Quando ativados, ambos os robôs são capazes de detectar os odores com um sensor e reagir com a intenção de alertar o usuário, informou nesta quarta-feira o jornal online Asahi.

O protótipo Kaori, de cabelo castanho e olhos azuis, é capaz de analisar e quantificar os componentes no mau hálito dos usuários, avaliando o cheiro em uma escala de quatro níveis.

Dependendo do resultado, o robô ainda reage com certa ironia, como "não dá para suportá-lo" e "emergência!". Já o cachorro Shuntaro, que reconhece o mau cheiro dos pés, não fala como o humanóide, mas agita a cabeça, se a situação estiver normal, e late, se detectar chulé. Em casos extremos, o robô simula um desmaio.

"Quero continuar fazendo coisas que façam as pessoas se divertirem e que são capazes de criar um bom ambiente", detalhou o presidente da empresa, Kennosuke Tsutsumi, em declarações recolhidas pelo jornal.

O cachorro Shuntaro late quando sente o mau cheiro do chulé
O cachorro Shuntaro late quando sente o mau cheiro do chulé
Foto: Asahi.com / Reprodução
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade