PUBLICIDADE

Sem iPhone barato: Procon-SP pede explicação à Fnac

21 mai 2014 09h33
| atualizado às 12h06
ver comentários
Publicidade
<p>Produtos como o iPhone 5S seriam venidos sem impostos na loja da Fnac no Aeroporto de Guarulhos</p>
Produtos como o iPhone 5S seriam venidos sem impostos na loja da Fnac no Aeroporto de Guarulhos
Foto: Canadapanda / Shutterstock

O Procon-SP notificou a Fnac para prestar esclarecimento sobre os preços dos produtos vendidos na loja da empresa no novo Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos. A loja está localizada na área de “free shop” do aeroporto e os produtos localizados seriam comercializados sem impostos, como o iPhone, motivo pelo qual o órgão de proteção ao consumidor informou a companhia.

Segundo o Procon-SP, a Fnac deve informar quais são os produtos beneficiados com a isenção fiscal, especificar os problemas ocorridos e suas causas/motivos que justifiquem o descumprimento das ofertas, o procedimento adotado aos consumidores que tentaram adquirir os produtos e não tiveram os valores cumpridos, informar se existem reclamações no Atendimento ao Cliente da Empresa e quais as providências para resolvê-las.

Segundo informou o jornal Folha de S.Paulo na semana passada, a loja não tinha autorização da Receita Federal para atuar como free shop e não está vendendo iPhone e outros produtos eletrônicos sem impostos como havia prometido. A rede estaria esperando o aval para operar como loja franca há cerca de quatro meses.

Caso seja comprovada alguma irregularidade, a empresa poderá ser penalizada pelo Código de Proteção e Defesa do Consumidor. Procurada a Fnac não se pronunciou sobre a notificação.

Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha Galaxy ou iPhone? Compare smartphones topo de linha

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade