3 eventos ao vivo

RSF fecha site em protesto contra lei antipirataria dos EUA

18 jan 2012
10h37
atualizado às 12h09

A organização Repórteres sem Fronteiras (RSF) fechou nesta quarta-feira a versão em inglês de seu site em protesto contra o projeto de uma lei antipirataria nos Estados Unidos, ao considerar que sua implantação poderia implicar em "censura". O fechamento, que é realizado primeira vez e vai se prolongar por 24 horas, pretende ser um símbolo da "parede de chumbo" que poderia cair sobre a rede "como a conhecemos" se forem adotadas as duas iniciativas em discussão, a Stop Online Piracy Act (Sopa, na sigla em inglês) e o Protect IP Act (Pipa, em inglês), destacou a RSF em comunicado.

Segundo a RSF, esses dois textos "excessivamente repressivos" podem levar a uma censura na rede "sem precedentes" e "sacrificar a liberdade de expressão" em nome da luta contra a pirataria. Essas medidas, além disso, "desacreditariam" a postura oficial de Washington a favor da liberdade de expressão no mundo e "enfraqueceriam consideravelmente" os que utilizam ferramentas para evitar a censura, concluiu a RSF. Por essa razão a organização, que ecoou os protestos de outros sites como Wikipédia, fez um apelo a deputados e senadores para que busquem "outros meios para proteger os direitos de propriedade intelectual".

A RSF explicou que o mecanismo de filtragem e bloqueio dos sites que atentam contra a propriedade intelectual contemplado pelo Pipa representaria um entrave "excessivo" aos conteúdos. Além disso, alertou que o projeto do Sopa "ainda vai mais longe" ao permitir a quem se sentir lesado por alguma publicação que exija a retirada de um conteúdo da rede sem sequer recorrer a um juiz. "Os atos Sopa e Pipa poderiam assinar a sentença de morte dos sites", afirmou a RSF, parafraseando o catedrático americano Mark Lemley.

Além do site do Repórteres sem Fronteiras, muitos outros estão fora do ar ou com manifestações de apoio ao blecaute, como Twitpic, Flickr, Wired, Huffington Post, entre outros.

EFE   

compartilhe

publicidade