4 eventos ao vivo

Inteligência artificial já consegue escrever 'textos bíblicos'

Algoritmos criados por um pesquisador americano são capazes de entender o estilo de escrita da Bíblica e a partir disso escrever textos originais do mesmo tipo

28 ago 2020
17h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A inteligência artificial (IA) já invadiu a saúde, a moda, e até o futebol. Mas, há ideias ainda mais ousadas usando a tecnologia. O engenheiro e pesquisador quântico americano George Davila Durendal desenvolveu algoritmo capaz de escrever 'textos bíblicos'. Mais especificamente, a ferramenta, apelidada de "AI Jesus" (sigla de inteligência artificial, em inglês), aprendeu a linguagem da Bíblia King James, uma versão inglesa das escrituras, para escrever textos inéditos no mesmo estilo.

"Esta inteligência artificial aprendeu a linguagem humana lendo a Bíblia e nada além da Bíblia. Ele absorveu cada palavra mais do que qualquer monge em todos os mosteiros que já existiram. Especificamente, é um modelo de processamento de linguagem natural que tenta replicar o estilo da Bíblia King James sem copiá-la inteiramente", disse Durendal em publicação no seu blog.

Segundo o pesquisador, após ser treinada nas escrituras sagradas, a máquina foi desafiada a criar textos inéditos sobre três temas: "A praga", "César" e "O fim dos tempos". Dados os assuntos, o texto algoritmico de 30 mil palavras carregou aspectos da brutalidade do Velho Testamento.

A máquina, porém, ainda está longe de ascender aos paraíso da escrita robótica. O texto apresentou algumas falhas características de produções feitas por IA. Há, por exemplo, uma repetição excessiva da palavra que "Senhor", que chega a aparecer em mais da metade das palavras em alguns trechos.

Veja também:

Big Techs fecham acordos milionários para encerrar processos
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade