PUBLICIDADE

Neon capta R$ 400 milhões para fortalecer negócio de cartões de crédito

Banco digital realizou a segunda captação no mercado de crédito privado neste ano

24 jun 2022 - 17h20
Ver comentários
Publicidade

O banco digital Neon acaba de fazer uma captação de mais R$ 400 milhões para seu Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) voltado a cartões de crédito. É a segunda captação que a fintech realiza no mercado de crédito privado neste ano. A primeira, de pouco mais de R$ 200 milhões, foi destinada ao FIDC de crédito consignado privado.

Com os recursos anunciados hoje, o FIDC de cartões de crédito do Neon chegou a R$ 800 milhões em patrimônio, e a expectativa é de que esse volume ultrapasse R$ 1,5 bilhão até o final de 2022.

O Neon captou recursos com prazo de três anos, e cupom de CDI acrescido de taxa de 5,25%.

A captação acontece em um momento em que outro mercado, o de capital de risco, está com a "mão fechada" diante da alta da inflação e dos juros ao redor do mundo. O Neon recebeu em fevereiro um aporte de US$ 300 milhões do banco espanhol BBVA. Ao Estadão/Broadcast, o cofundador e presidente do conselho, Jean Sigrist, afirmou há duas semanas que a fintech está capitalizada, mas que a busca por rentabilidade se acentuou.

"A captação (no FIDC) chancela a robustez e o histórico positivo que viemos construindo na gestão da carteira de crédito ao longo dos últimos anos", afirma em comunicado o CFO do Neon, Jamil Marques. "Hoje nosso motor de crédito está maduro e os recursos do FIDC nos dão musculatura para continuar expandindo nossa carteira de maneira sustentável e equilibrada no médio e longo prazo."

O FIDC de cartões do Neon é gerido pela Empírica, que tem foco em crédito estruturado e gere mais de 50 fundos, com R$ 8 bilhões em ativos sob gestão. Além da Empírica, XP e BV lideraram os investimentos no fundo.

"A intenção é trazer mais conforto e segurança aos investidores, inclusive para nós mesmos que, via fundos de fundos geridos por nós, aportamos um total de R$ 100 milhões no FIDC Neon", afirma Giuliano Longo, sócio-diretor de expansão de negócios da Empírica.

Com mais de 15 milhões de clientes, o Neon fechou 2021 com carteira de crédito de R$ 1,5 bilhão, e espera que esse total dobre até o final de 2022.

Estadão
Publicidade
Publicidade