PUBLICIDADE

Crimes que zeram contas bancárias preocupam Procon-SP

Fundação notificou na última semana três marcas de celulares e mais de 10 instituições financeiras

23 jun 2021 12h18
ver comentários
Publicidade

Um novo tipo de crime tem preocupado as autoridades brasileiras nos últimos meses: o roubo ou furto de celulares em que os criminosos conseguem acessar e transferir valores de contas bancárias das vítimas através dos aplicativos de bancos instalados nos celulares roubados.

O que mais preocupa é que mesmo em casos em que o celular levado estava bloqueado e com os apps financeiros necessitando de senhas pessoais para acesso, os autores dos crimes conseguiram levar valores das vítimas.

Nesta notificação contra os bancos o Procon-SP também pede esclarecimentos especificamente sobre as transações via PIX.
Nesta notificação contra os bancos o Procon-SP também pede esclarecimentos especificamente sobre as transações via PIX.
Foto: Edgard Garrido / Reuters

Com isso, o Procon de São Paulo notificou na última semana três marcas de celulares e mais de 10 instituições financeiras para explicarem sobre os dispositivos de segurança disponíveis em cada aparelho para desbloqueio e acesso a esse tipo de informação.

O órgão paulista justifica a notificação devido aos inúmeros casos que têm surgido de aparelhos roubados que foram utilizados para simplesmente zerar as contas de pessoas roubadas.

De acordo com a fundação, as empresas deverão apresentar laudos técnicos de pelo menos 7 tópicos relacionados à segurança dos dispositivos.

Alem disso, o órgão paulista também pediu informações para pelo menos dez bancos utilizando a mesma justificativa sobre as notícias de que quadrilhas têm roubado celulares com o intuito de acessar aplicativos de bancos instalados no aparelho para fazer transferências indevidas nas contas bancárias da vítima.

Para saber mais, assista ao Terra Bytes desta semana!

Crimes que zeram contas bancárias preocupam Procon-SP:

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade