0

Hacker 'sequestra' gravações do Radiohead e banda doa o conteúdo online

Grupo britânico foi alvo de ransomware e, em vez de pagar US$ 150 mil pelo conteúdo surrupiado, deci...

11 jun 2019
12h32
atualizado às 13h01
  • separator
  • comentários

O ransomware, que é a prática de sequestrar contas, dados sensíveis e outros tipos de arquivos, em troca de uma grande soma em dinheiro, está em alta. E isso aconteceu com uma das bandas mais famosas do planeta, em um caso curioso divulgado pelo próprio perfil do grupo no Facebook.

A postagem diz que na semana passada "alguém roubou os arquivos em minidisco de Thom (York, o vocalista), da época do 'OK Computer' (seu mais cultuado disco)", de 1995 a 1998. Em seguida, os cibercriminosos teriam pedido US$ 150 mil para liberar o material.

Em vez de reclamar o conteúdo de volta ou até ignorá-lo, o Radiohead decidiu liberar todas as 18 horas de gravação na plataforma Bandcamp. Todo esse registro vai permanecer online durante 18 dias, a 18 libras (cerca de R$ 88) e o que for arrecadado será revertido para o Extinction Rebellion, movimento sociopolítico que luta pela preservação da natureza e do meio-ambiente — vale lembrar que se você não quiser baixar é possível escutar tudo na web.

Fonte: Facebook/Radiohead
Fonte: Facebook/Radiohead
Foto: TecMundo

São 1.8 GB de ensaios, canções incompletas, performances ao vivo, entre outras coisas que nunca seriam destinadas ao público. Vale lembrar que em 2008, a versão digital do álbum "In Rainbows", foi a primeira experiência de um grupo do porte do Radiohead com o sistema "pague quanto quiser" — os fãs que baixavam o disco todo decidiam quanto desembolsariam, entre 1 e 99 libras.

TecMundo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade