PUBLICIDADE

Ericsson prevê 660 milhões de assinaturas 5G até o final do ano

30 nov 2021 13h12
| atualizado às 13h42
ver comentários
Publicidade

A sueca Ericsson aumentou sua previsão global de assinaturas móveis 5G para 660 milhões no final deste ano, citando uma demanda mais forte do que o esperado na China e na América do Norte.

Escritório da Ericsson, em Estolcomo, Suécia
14/06/2018
REUTERS/Olof Swahnberg
Escritório da Ericsson, em Estolcomo, Suécia 14/06/2018 REUTERS/Olof Swahnberg
Foto: Reuters

A fabricante de equipamentos de telecomunicações, que previa anteriormente 580 milhões de assinaturas, disse esperar 4,4 bilhões de assinaturas 5G até o final de 2027, respondendo por quase metade de todas as assinaturas móveis na época.

A Ericsson disse em seu Relatório de Mobilidade semestral que a forte demanda na China e na América do Norte foi impulsionada em parte pela queda nos preços dos dispositivos 5G.

Enquanto o 5G se tornará a tecnologia de acesso móvel dominante em assinaturas em 2027, a Ericsson prevê que o pico de assinaturas 4G ocorrerá no quarto trimestre de 2021, e diminuirá à medida que os assinantes migrarem para o 5G.

A Ericsson, que concorre com a chinesa Huawei e a finlandesa Nokia, acrescentou que 75% da população mundial terá acesso à cobertura 5G em 2027.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade