4 eventos ao vivo

Deutsche Telekom congela negócios em 5G antes de decisão sobre banir Huawei

4 dez 2019
16h01
atualizado às 17h07
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Deutsche Telekom disse nesta quarta-feira que suspendeu todos os acordos para compra de equipamentos de rede 5G, enquanto aguarda a resolução de um debate na Alemanha sobre proibição do fornecedor chinês Huawei por motivos de segurança.    

Sinal da Deutsche Telekom para 5G, exibido em dispositivo móvel em feira de tecnologia em Berlim, Alemanha 
05/09/2019
REUTERS/Hannibal Hanschke
Sinal da Deutsche Telekom para 5G, exibido em dispositivo móvel em feira de tecnologia em Berlim, Alemanha 05/09/2019 REUTERS/Hannibal Hanschke
Foto: Reuters

A maior empresa de telecomunicações da Europa encontra-se em uma situação difícil após parlamentares na coalizão da chanceler Angela Merkel rebelarem-se e pedirem a proibição da Huawei, que é fornecedora-chave para redes móveis na Alemanha e na Europa.    

Ao mesmo tempo, nos Estados Unidos, um acordo de 26 bilhões de dólares para a unidade T-Mobile da Deutsche Telekom se fundir com a Sprint fica em espera. Mais de uma dúzia de Estados dos EUA querem bloquear a fusão e um juiz de Nova York ouvirá caso em 9 de dezembro.    

Washington impôs uma proibição de exportação à Huawei em maio e chamou aliados a seguir o exemplo, devido preocupações de que a companhia seja usada para espionagem pela China.    

Embora a Huawei tenha negado as alegações dos EUA, qualquer sinal de que a Deutsche Telekom esteja fazendo novos negócios com os chineses arrisca a minar as chances de o negócio nos EUA obter sobre aprovação.    

"À luz da situação política pouco clara, não estamosatualmente fazendo contratos 5G com qualquer fornecedor", disse a Deutsche Telekom em resposta a um pedido de comentário da Reuters. "Atualmente, estamos informando os fornecedores disso".    

Segundo uma fonte do setor, que pediu anonimato, Claudia Nemat, membro do conselho da Deutsche Telekom, se encontrou recentemente com o vice-presidente da Huawei Eric Xu para conversas sobre o relacionamento comercial entre as empresas.    

A Deutsche Telekom se recusou a comentar sobre reuniões específicas, nem disse quanto de seu orçamento de investimento em 5G poderia envolver a Huawei no futuro.    

Um porta-voz da Huawei em Berlim se recusou a comentar.

Veja também:

Como a Tesla fez de Musk a 2ª pessoa mais rica do mundo
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade