4 eventos ao vivo

Depois do Nokia X, Microsoft terminará com os celulares Asha

O intuito seria dar mais foco aos smartphones Lumia e com o sistema operacional Windows Phone 8.1

2 out 2014
12h31
atualizado em 3/10/2014 às 12h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Microsoft já havia decretado o fim dos celulares de entrada da linha Nokia X em junho, agora é a vez do Nokia Asha</p>
Microsoft já havia decretado o fim dos celulares de entrada da linha Nokia X em junho, agora é a vez do Nokia Asha
Foto: Nokia / Divulgação

A Microsoft confirmou nesta quinta-feira que vai terminar com as linhas de celulares Nokia Asha e Nokia X. O Terra confirmou com fonte sigilosas da companhia americana que para o próximo semestre a linha de aparelhos de entrada seria exterminada - a ideia seria dar mais foco aos smartphones Lumia e com o sistema operacional Windows Phone 8.1.

Esses celulares de entrada, como o X e o Asha, tem mais sucesso de vendas em lugares mais pobres e mercados emergentes, como nos países africanos, latino americanos, leste europeu e do sudeste asiático.

O Nokia X já estava com a morte decretada desde junho deste ano. Na época, Stephen Elop, vice-presidente da Microsoft disse que a equipe de smartphones faria a transição do Nokia X para o Lumia, sem menção ao Asha.

Agora o fim do Nokia Asha é novidade. Os celulares, que atualmente tem as versões Asha 230, Asha 500 Dual SIM, Asha 503 Dual SIM, Asha 501 Dual SIM, Asha 310, Asha 311 e Asha 305, foram lançados a partir de outubro de 2011.

Eles são considerados celulares de entrada, sem sistema operacional  e com preços abaixo de R$ 500.

Procurada, a Microsoft disse por meio de sua assessoria que está focada em ampliar a participação de mercado do seu sistema operacional móvel Windows Phone e confirmou a morte do Nokia X e do Nokia Asha.

A companhia deixa claro que vão continuar a lançar celulares de entrada no mercado e apostam em aparelhos como o Lumia 530 e o Lumia 730 para substituir o Asha e o X, embora os dois continuam sendo comercializados e com suporte da companhia.

As recentes mudanças da Microsoft no setor de smartphone, como o fim do nome Nokia na linha de Lumia e o fim do Asha e do X, mostram uma tentativa da empresa fundada por Bill Gates tentar alcançar o Android.

Do “tijolão” ao smartphone: veja 40 anos de evolução Do “tijolão” ao smartphone: veja 40 anos de evolução

Veja também:

Veja como funciona a Bixby, assistente de voz da Samsung
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade