0

Após 'app espião', Apple bloqueia aplicativos internos do Google

Fabricante do iPhone entendeu que rival feriu suas regras para desenvolvimento de aplicativos

31 jan 2019
20h41
  • separator
  • comentários

Funcionários do Google não podem mais acessar versões de teste dos aplicativos ou app internos em iPhones. A Apple bloqueou os aplicativos usados pela rival sob a alegação de que o Google violou regras de privacidade seu sistema operacional, o iOS.

Entre os aplicativos que estavam sendo desenvolvidos pelo Google e que tiveram seus testes suspensos há novas versões do Google Maps, Hangouts e Gmail, segundo informou o site de tecnologia americano The Verge. Além disso, apps de uso institucional, como para o agendamento de transporte e alimentação, também estão suspensos.

A decisão da Apple acontece um dia depois de vir à tona o uso do aplicativo Screenwise Meter, criado pelo Google. O app foi projetado pela gigante para monitorar como as pessoas usam seus iPhones, semelhante ao que acontecia com o aplicativo de pesquisa do Facebook.

Na quinta-feira, 30, a Apple comunicou que revogaria os certificados "de qualquer desenvolvedor que use seus certificados corporativos para distribuir aplicativos aos consumidores". Na ocasião, a Apple se referia ao uso indevido por parte do Facebook de seu programa corporativo que permite a distribuição de aplicativos internos dentro de uma empresa.

Em nota, o Google e Apple disseram que estavam trabalhando em conjunto para corrigir a suspensão dos aplicativos.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade