PUBLICIDADE

5 ideias fáceis pra tornar seu evento online mais lucrativo

Especialista no setor comenta fatores que podem gerar retorno financeiro e compensar valor mais baixo das inscrições.

15 nov 2021 07h00
ver comentários
Publicidade
É possível vender alguns bônus, como uma conversa de 30 minutos ou uma hora com palestrantes
É possível vender alguns bônus, como uma conversa de 30 minutos ou uma hora com palestrantes
Foto: Tumisu / Pixabay

Apesar do alto crescimento dos eventos online durante a pandemia – estima-se um aumento de 300% –, organizadores ainda se deparam com dúvidas ao tomar decisões no planejamento de seus eventos, para que eles alcancem sucesso próximo daquele obtido no presencial e também um retorno satisfatório. 

“Na maioria das vezes, a cobrança das inscrições passou a ser mais barata e isso trouxe uma grande preocupação para esses organizadores. Porém, é possível criarmos modelos de negócios próprios para trazer rentabilidade aos eventos digitais também”, garante Leandro Reinaux, CEO da Even3, startup para organização de eventos online.

Leandro alerta que o evento online não pode ser comparado em praticamente nada com o formato presencial e, por isso, não existe a hipótese de replicar o que seria feito em um modelo no outro. Isso também se aplica ao valor das inscrições. Como normalmente não existem custos altos na produção do evento digital, o ticket provavelmente será reduzido. 

“O ideal é precificar a inscrição online em torno de 25% do valor original e estudar o comportamento do público, para garantir interação e, consequentemente, retorno”, defende ele.

O especialista elenca cinco ideias para tornar o evento online mais lucrativo, agregando valor ao baixo preço das inscrições.

1. Vídeos On Demand

Vídeos on demand são gravados e ficam disponíveis para os participantes assistirem quando quiserem após o término do evento. 

“A ideia é usá-los como um atrativo a mais, funcionando como um bônus na compra do ingresso, ou vendendo o conteúdo após o evento. Assim, o participante terá mais liberdade para acessar a todo conteúdo e palestras”, sugere o CEO.

2. Consultorias, one on ones etc.

É possível vender alguns bônus, como uma conversa de 30 minutos ou uma hora com palestrantes, consultorias, one on ones (cara a cara), tudo via videoconferência. As conversas podem ser individuais ou permitir a entrada de grupos. 

Leandro explica que isso dá aos participantes a chance de tirar dúvidas, solicitar análise de pontos de melhoria do negócio, pedir sugestões ou indicação de materiais complementares: “Tanto o organizador quanto o participante saem ganhando”.

3. Comunidades exclusivas

Outro artifício bastante utilizado no exterior e que tem conquistado os brasileiros é o acesso a comunidades exclusivas, como grupos de Facebook, Telegram e Whatsapp.

Com esses grupos, você cria no participante o sentimento de pertencimento e exclusividade e ainda o mantém engajado com benefícios como materiais exclusivos e networking”, orienta Leandro.

4. Inscrições gratuitas, apostando nos patrocinadores

Uma boa maneira de rentabilizar seu evento digital é por meio de cotas de patrocínio. Se o organizador fizer um evento gratuito ou com inscrições simbólicas, a chance de ter uma grande quantidade de inscritos é enorme.

Leandro destaca que é preciso atrair bons patrocinadores, oferecendo chamadas antes das palestras, falar deles ou agradecê-los pela participação no início do evento. Outra possibilidade é sortear itens do próprio patrocinador ao longo do evento. 

“Pensar em formas de networking entre patrocinadores e participantes também é vital para entregar valor ao patrocinador e fazer com que ele queira, de fato, investir no seu evento”.

5. Cobre pelos certificados

Outra forma de monetizar o evento online é cobrar pela emissão do certificado. Os certificados são documentos de desejo dos participantes, pois servem como horas complementares da faculdade, contabilizam pontos em processos seletivos etc. 

“Embora a cobrança seja uma prática antiga no mercado, no cenário online ela está cada vez mais forte, justamente porque vem como uma alternativa para tornar o evento mais lucrativo”, finaliza o CEO.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade