PUBLICIDADE

Por unanimidade, Alesp aprova pedido de cassação de Arthur do Val

O processo segue para votação em Plenário, e a perda do mandato só acontecerá se a maioria dos 94 deputados estaduais votarem a favor

12 abr 2022 - 17h40
(atualizado às 18h31)
Ver comentários
Publicidade
Arthur do Val
Arthur do Val
Foto: Miguel Jesus/Câmara dos Deputados

Os deputados estaduais do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovaram, por unanimidade, o parecer do relator, Delegado Olim (PP-SP), indicando a cassação de Arthur do Val (União Brasil-SP).

O parecer foi entregue na semana passada pelo relator e a votação aconteceu nesta terça (12). A ação consiste em uma medida de punição por áudios sexistas. Em uma mensagem vazada, o parlamentar diz que 'mulheres ucranianas são fáceis porque são pobres'. 

Com a aprovação do Conselho de Ética, o processo segue para votação em Plenário, e a perda do mandato só acontecerá se a maioria dos 94 deputados estaduais votarem a favor da cassação. Ou seja, serão necessários 48 votos para que Arthur do Val perca o mandato e fique inelegível por quatro anos. 

Não tem previsão para a conclusão do processo. Carlão Pignatari (PSDB-SP), presidente da assembleia, decidirá quando o tema entrará em pauta e será votado pelos deputados. 

Os deputados estaduais poderá rever a decisão do Conselho de Ética em plenário e, ao invés da cassação, podem sugerir advertência, censura verba ou escrita e perda temporária do mandato como punição.

Antes da decisão, o deputado estadual Arthur do Val reconhceu que deve ser cassado, mas que “vai cair atirando”

Relembre o caso

No início de março deste ano, Arthur do Val compartilhou em um grupo de amigos do Whatsapp gravações de áudio direto da Ucrânia, onde estava representando o Movimento Brasil Livre (MBL).

Nos áudios, com teor machista, o parlamentar comparava a fila de refugiadas à entrada de uma festa, focando na beleza das mulheres, além de sugerir a prática de turismo sexual, dizendo que voltaria ao país após a guerra.

"Eu estou mal cara, não tenho nem palavras para expressar. Quatro dessas eram 'minas' que você se ela cagar você limpa o c* dela com a língua. Assim que essa guerra passar eu vou voltar para cá", disse.

'Mamãe Falei' causou revolta na web, foi amplamente criticado, perdeu a namorada, foi desfiliado do Podemos e também saiu do MBL, onde era um dos líderes. Após a repercussão negativa, ele assume ter errado e cita 'empolgação'.  

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade