PUBLICIDADE

Reino Unido diz que 2 britânicos morreram em ataque de Cabul

Ataque perto do aeroporto, que matou 13 militares norte-americanas e ao menos 79 afegãos, foi reivindicado por militantes do Estado Islâmico

27 ago 2021 14h15
| atualizado às 14h27
ver comentários
Publicidade
Feridos de ataque suicida em Cabul
Feridos de ataque suicida em Cabul
Foto: Reuters

Dois cidadãos britânicos e o filho de um terceiro foram mortos no ataque de quinta-feira, 26, perto do aeroporto de Cabul, disse o secretário das Relações Exteriores do Reino Unido, Dominic Raab, nesta sexta-feira, 27.

"Estas eram pessoas inocentes, e é uma tragédia que, quando buscavam trazer seus entes queridos em segurança ao Reino Unido, tenham sido assassinadas por terroristas covardes", disse Raab em um comunicado.

O ataque perto do aeroporto, que matou 13 militares norte-americanas e ao menos 79 afegãos, foi reivindicado por militantes do Estado Islâmico Khorosan, braço afegão do Estado Islâmico, emerge como inimigo tanto do Ocidente quanto do Talibã.

Outros dois cidadãos britânicos ficaram feridos no ataque, acrescentou Raab. "O ataque desprezível de ontem sublinha os perigos enfrentados por aqueles no Afeganistão e reforça por que estamos fazendo tudo que podemos para tirar as pessoas".

Mais cedo nesta sexta-feira, o secretário de Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, disse que o país não aceitará mais pessoas em voos partindo de Cabul além daquelas já dentro do aeroporto.

Wallace disse que seu país está preparando as últimas 1 mil pessoas dentro do campo aéreo nesta sexta-feira, agora que encerra sua presença de 20 anos no Afeganistão.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade