PUBLICIDADE

Projeções dão vitória do conservador Kurz na Áustria

Ainda assim, ele terá de buscar alianças para governar

29 set 2019 12h45
| atualizado às 12h57
ver comentários
Publicidade

As primeiras projeções dos resultados das eleições na Áustria apontam uma vitória do ex-chanceler conservador Sebastian Kurz, do Partido Popular (ÖVP), com 37,2% dos votos, cerca de seis pontos a mais do que no pleito de 2017.

Sebastian Kurz deve reassumir o governo da Áustria
Sebastian Kurz deve reassumir o governo da Áustria
Foto: EPA / Ansa - Brasil

O crescimento se deu sobretudo em cima da legenda de extrema direita Partido da Liberdade (FPÖ), que saiu de 26% há dois anos para 16% neste domingo (29). As projeções dão o segundo lugar para o Partido Social-Democrata (SPÖ), de centro-esquerda, com 22%.

Em seguida aparecem os Verdes (14,3%), partido do presidente Alexander van der Bellen, e o Fórum Liberal da Nova Áustria (Neos), com 7,4% - ambos cresceram em relação às últimas eleições.

Kurz, 33 anos, governou a Áustria entre dezembro de 2017 e maio de 2019, liderando uma coalizão entre ÖVP e FPÖ. Ele rompeu a aliança e renunciou ao cargo após o então líder do partido de extrema direita, Heinz-Christian Strache, ter sido flagrado negociando pagamentos ilícitos com uma mulher que se passava por sobrinha de um oligarca russo.

O escândalo recebeu o nome de "Ibizagate" porque a filmagem foi feita em um apartamento na ilha espanhola de Ibiza, em 2017, quando a Áustria estava em campanha eleitoral. Após a renúncia de Kurz, o presidente convocou eleições e nomeou a mandatária da Corte Constitucional, Brigitte Bierlein, como chanceler interina - ela é a primeira mulher a ocupar o cargo.

Se os resultados das projeções forem confirmados, Kurz terá novamente de buscar alianças para formar um governo: ou com o FPÖ, pendendo para a extrema direita, ou com os Verdes, em uma coalizão mais centrista.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade