0

Polícia de Hong Kong prende quase 300 em manifestação

Oposição foi às ruas protestar contra adiamento das eleições

6 set 2020
11h22
atualizado às 11h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A polícia de Hong Kong prendeu 289 pessoas durante uma manifestação pró-democracia neste domingo (06), informou a própria corporação em sua página do Facebook. A atualização considera as detenções realizadas até às 21h (10h no horário de Brasília).

Polícia de Hong Kong prende manifestantes contra o governo
Polícia de Hong Kong prende manifestantes contra o governo
Foto: Tyrone Siu / Reuters

Os atos protestam contra o adiamento das eleições no território semiautônomo chinês, que deveriam ocorrer neste domingo, mas foram adiadas para 5 de setembro de 2021.

A justificativa da governadora de Hong Kong, Carrie Lam, para a alteração foi a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), mas os opositores acusam que essa foi mais uma manobra do governo chinês para que a oposição não vença a disputa.

Entre os detidos, está um dos principais ativistas contra a China, Tam Tak-chi, vice-presidente do Partido Democrático. Ele foi preso em casa por instigar os manifestantes a ir para as ruas. .
   

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade