PUBLICIDADE

Oriente Médio

Parlamento iraniano rejeita novamente ministro designado por Rohani

10 nov 2013 - 15h58
(atualizado às 16h00)
Compartilhar
Exibir comentários

O Parlamento iraniano, controlado pelos conservadores, rejeitou neste domingo o ministro de Esportes designado pelo presidente moderado Hassan Rohani, anunciaram meios de comunicação. Este voto contra, o terceiro para esta pasta, ocorre depois que Rohani, eleito em junho, lançou uma advertência contra qualquer tentativa de minar seu governo.

"O Parlamento cumpre com seu dever no âmbito legal, no entanto, o método às vezes é tal que caluniadores podem ver uma tentativa de enfraquecer ou inclusive minar o governo", havia declarado Rohani, segundo declarações recolhidas pela agência de notícias Irna.

O terceiro homem designado para a pasta de Esportes, Nasrola Sajadi, obteve 124 votos dos 253 totais do Parlamento, depois que 107 deputados votaram contra e 22 se abstiveram. Após esta votação, Rohani designou um novo candidato, Mahmud Gudarzi, para ocupar o cargo.

O deputado Mohamad Dehqan, membro da presidência do Parlamento, considerou que as declarações de Rohani irritaram os deputados, contribuindo para que votassem contra, segundo a agência Mehr.

Em outubro, o Parlamento havia rejeitado Reza Salehi Amiri como ministro dos Esportes, devido ao seu suposto envolvimento nas manifestações ocorridas após a controversa reeleição do presidente conservador Mahmud Ahmadinejad em 2009.

O Parlamento também se prepara para ouvir novamente o ministro de Ciências, Busca e Novas Tecnologias, Reza Faraji Dana, sobre recentes indicações em seu ministério.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade