0

Afeganistão: 90 mortos e 463 feridos em atentado em Cabul

31 mai 2017
14h38
atualizado às 15h37
  • separator
  • comentários

O governo do Afeganistão informou nesta quarta-feira que 90 pessoas morreram e 463 ficaram feridas no ataque com carro-bomba ocorrido hoje perto do Palácio Presidencial de Cabul, capital do país.

Foto: Reuters

"De acordo com os relatórios recebidos, esse potente ataque causou a morte de 90 pessoas e deixou feridos mais de 400 de nossos civis e inocentes compatriotas", indicou o Centro Governamental de Informação e Imprensa do Afeganistão pelo Twitter.

O vice-ministro do Interior para Assuntos de Segurança, general Murad Ali Murad, confirmou em entrevista coletiva que o atentado deixou 463 feridos.

Foto: Reuters

O ataque ocorreu na manhã de hoje na estrada que dá acesso uma região fortemente protegida na capital do Afeganistão, próxima ao Palácio Presidencial e no qual estão várias embaixadas.

O último balanço oficial transforma o ataque de hoje, de acordo com a missão da ONU no país, no mais cruel realizado em Cabul desde a invasão dos Estados Unidos em 2001, ao ultrapassar os 85 mortos e 413 feridos do atentado de julho do ano passado contra uma manifestação da minoria xiita hazara.

Foto: EFE

Em 2008, um atentado contra Kandahar, no sul do país, de pessoas que tinham se reunido para assistir uma luta de cachorros, deixou entre 80 e 100 mortos, segundo diversas fontes, mas o número de feridos não chega perto dos dois ataques posteriores.

A potente detonação do carro-bomba, que foi ouvida em vários pontos da cidade, ocorreu em meio ao pleno mês sagrado do Ramadã e na hora que os funcionários estavam chegando para trabalhar.

Foto: EFE

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque.

Os dois últimos atentados de envergadura em Cabul, o último deles ocorrido no início do mês também na região diplomática da capital, foram reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Foto: EFE
Foto: Reuters
EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade