PUBLICIDADE

Mundo

OpenAI, dona do ChatGPT, diz que IA pode ajudar na moderação de conteúdo online

15 ago 2023 - 18h55
Compartilhar
Exibir comentários

A OpenAI, empresa criadora do ChatGPT, defendeu o uso de inteligência artificial na moderação de conteúdo online, dizendo que a tecnologia pode aumentar a eficiência das redes sociais ao acelerar o tempo que elas demoram para realizar algumas ações em suas plataformas.

Apesar de toda a empolgação com a inteligência artificial generativa, empresas como a Microsoft e a Alphabet, dona do Google, ainda precisam monetizar a tecnologia na qual têm investido bilhões de dólares na esperança de que ela tenha um grande impacto em vários setores.

A OpenAI, que é apoiada pela Microsoft, afirmou que seu novo modelo GPT-4 pode reduzir o tempo de moderação de meses para apenas algumas horas, assegurando que as mensagens sejam etiquetadas adequadamente nas redes.

A moderação de conteúdo pode ser uma tarefa árdua para as empresas de redes sociais, como a Meta, dona do Facebook. Essas companhias usam milhares de moderadores em todo o mundo para impedir que usuários se deparem com conteúdos ofensivos, como pornografia infantil e imagens de violência extrema.

"O processo (de moderação de conteúdo) é intrinsecamente lento, e pode causar estresse emocional nos moderadores", afirmou a OpenAI. "Com esse sistema, o processo para desenvolver e customizar políticas de conteúdo é reduzido de meses para horas."

Separadamente, o presidente-executivo da OpenAI, Sam Altman, disse nesta terça-feira que a startup não treina seus robôs com dados gerados por usuários das redes.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade