PUBLICIDADE

OMC apela por início de negociações sobre patente de vacinas

Chefe da Organização Mundial do Comércio fez um apelo para que os membros do órgão iniciem as negociações o mais rápido possível

6 mai 2021 14h42
| atualizado às 15h09
ver comentários
Publicidade

A chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala, elogiou nesta quinta-feira o posicionamento dos Estados Unidos a favor da quebra dos direitos de patente sobre as vacinas contra a covid-19, e fez um apelo para que os membros do órgão iniciem as negociações o mais rápido possível.

Diretora-geral da Organização Mundial do Comércio, Ngozi Okonjo-Iweala
01/03/2021
REUTERS/Fabrice Coffrini.
Diretora-geral da Organização Mundial do Comércio, Ngozi Okonjo-Iweala 01/03/2021 REUTERS/Fabrice Coffrini.
Foto: Reuters

A diretora-geral da OMC disse aos Estados-membros do organismo que ela "acolheu calorosamente" a disposição dos EUA de negociar com os proponentes da renúncia temporária ao Acordo Sobre os Aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados ao Comércio (Trips, na sigla em inglês) da OMC.

"Precisamos responder urgentemente à Covid-19 porque o mundo está assistindo e as pessoas estão morrendo", disse ela em um comunicado lido pelo porta-voz da OMC, Keith Rockwell, após uma reunião a portas fechadas.

"Estou contente que os proponentes estejam preparando uma revisão de sua proposta e faço um apelo para que coloquem isso sobre a mesa o mais rápido possível para que as negociações baseadas em texto possam começar."

Após dez reuniões de membros da OMC não terem conseguido um avanço, Índia e África do Sul disseram que revisarão sua proposta de quebra de patente antes de outra discussão, no final de maio, e de uma reunião formal do Conselho do Trips em 8 e 9 de junho.

Os Estados Unidos disseram na quarta-feira que apoiam a quebra das patentes, embora a representante comercial do país, Katherine Tai, tenha alertado que as negociações levariam tempo.

Veja também:

Queiroga será questionado sobre contratos de vacinas, dizem senadores da CPI da Covid:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade