PUBLICIDADE

Na mira de armas, jornalista é obrigado a elogiar o Talibã

Oito integrantes da grupo que assumiu o comando do Afeganistão acompanha o trabalho do âncora dentro do estúdio

31 ago 2021 09h00
| atualizado às 09h01
ver comentários
Publicidade

O Talibã assumiu o comando do Afeganistão após a retirada das tropas dos Estados Unidos e já voltou a impor a censura nos veículos locais. A imagem de um âncora afegão cercado por homens armados enquanto trabalhava viralizou e chocou o mundo.

Âncora de TV no Afeganistão é pressionado por integrantes do Talibã
Âncora de TV no Afeganistão é pressionado por integrantes do Talibã
Foto: Reprodução/Twitter

Imagens mostram oito integrantes do Talibã fortemente armados atrás do jornalista no estúdio de televisão. O profissional foi obrigado a elogiar o trabalho dos militantes. 

De acordo com relatos da imprensa internacional, o grupo invadiu o prédio do canal na noite de domingo e exigiu que o âncora conversasse com eles. Foi realizado uma debate ao vivo.

A cena do programa Pardaz revoltou jornalistas em todo o mundo. "Isso é surreal. Militantes do Talibã estão posando atrás deste apresentador de TV visivelmente petrificado com armas e fazendo-o dizer que o povo do #Afeganistão não deve ter medo do Emirado Islâmico. O próprio Talibã é sinônimo de medo nas mentes de milhões. Esta é apenas mais uma prova", escreveu o  jornalista iraniano Masih Alinejad.

Zaki Daryabi, jornalista investigativo editor dos sites Etilaatroz e KabulNow, foi outro a se manifestar: "Isso é o que o @Etilaatroz não pode aceitar. Se assim for, vamos parar o nosso trabalho".

 

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade