PUBLICIDADE

Mundo

Milionário diz que desistiu de expedição ao Titanic após ver estrutura do submarino

Chris Brown já tinha feito até um depósito inicial para o passeio, mas decidiu pedir o reembolso

22 jun 2023 - 14h14
(atualizado às 14h35)
Compartilhar
Exibir comentários
Homem diz que desistiu de viajar em submarino que desapareceu por condições precárias de segurança:

O milionário britânico Chris Brown, 61 anos, contou que seria um dos passageiros do submarino desaparecido, mas desistiu depois de ficar preocupado com a tecnologia e qualidade dos materiais usados pela OceanGate Expeditions, segundo o jornal britânico The Sun.  

Condições de resgate para submarino do Titanic 'são como no espaço', diz especialista:

"Fui uma das primeiras pessoas a se inscrever para esta viagem com a OceanGate enquanto o submersível estava sendo desenvolvido", disse Brown. Ele e um amigo, Hamish Harding, chegaram inclusive a fazer um depósito inicial para o passeio.

Titan, pequeno submarino que pretendia visitar destroços do Titanic, está desaparecido
Titan, pequeno submarino que pretendia visitar destroços do Titanic, está desaparecido
Foto: Divulgação

Brown, porém, decidiu não participar da expedição até os destroços do Titanic após conhecer a estrutura do submarino. "Descobri que eles usavam postes de andaimes velhos para o lastro do submarino. E seus controles eram baseados em controladores de estilo de jogo de computador", afirmou o milionário.

"Enviei um e-mail para eles e disse: 'Não posso mais continuar com isso'. Eu pedi um reembolso depois de estar menos do que convencido", acrescentou Brown.

Submarino desaparecido

O submarino perdeu contato com sua nave-mãe no último domingo, 18, quando desceu até os destroços do Titanic com cinco pessoas a bordo. As previsões indicam que o oxigênio esgotou na manhã desta quinta-feira, 22.

Uma frota internacional de navios e aeronaves de monitoramento comandamos esforços de busca e resgate desde o último domingo, mas a cada segundo que o tempo passa tornava menos provável que os passageiros do Titan sejam encontrados com vida.

Nesta quinta, a Guarda Costeira dos Estados Unidos encontrou destroços nas áreas de busca pelo submarino por uma sonda de um navio militar canadense.

"Uma área com destroços foi descoberta dentro da área de busca por um veículo não tripulado perto do Titanic. Especialistas do comando unificado estão avaliando as informações", informou o comando da Guarda Costeira.

Além de Stockton Rush, CEO da OceanGate e piloto, embarcaram no submarino o explorador e bilionário britânico Hamish Harding; Shahzada e Suleman Dawood, pai e filho de uma importante família paquistanesa; e o explorador submarino francês e especialista em Titanic Paul-Henry Nargeolet.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade