PUBLICIDADE

Jack Dorsey deixa cargo de CEO do Twitter

Executivo será substituído por Parag Agrawal

29 nov 2021 14h38
| atualizado às 14h45
ver comentários
Publicidade

O americano Jack Dorsey se demitiu nesta segunda-feira (29) do cargo de CEO do Twitter, função que será assumida por Parag Agrawal, diretor de tecnologia da rede social.

Jack Dorsey vai manter assento no conselho de administração do Twitter até 2022
Jack Dorsey vai manter assento no conselho de administração do Twitter até 2022
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Dorsey, 45 anos, vinha sendo pressionado por investidores para deixar o comando da empresa, principalmente pela gestora de recursos Elliott, conhecida pelo ativismo nas companhias nas quais tem participação.

O executivo já havia saído da liderança do Twitter em 2008, apenas dois anos após sua fundação, tendo retornado em 2015.

Conhecido pelo estilo pouco convencional, Dorsey é acusado de não agir para coibir discursos de ódio e a disseminação de notícias falsas na plataforma.

Em comunicado divulgado em seu perfil no Twitter, ele afirma que sempre trabalhou para que a empresa pudesse crescer independentemente de seus fundadores e elogia seu sucessor.

"O conselho realizou um processo rigoroso e indicou Parag de forma unânime. Ele é minha escolha há algum tempo, dado o quão profundamente ele entende essa empresa e suas necessidades. Ele lidera com o coração e a alma e é alguém com quem aprendo diariamente. Minha confiança nele como nosso CEO vai até os ossos", diz.

Dorsey vai continuar como conselheiro até a conclusão de seu mandato, em 2022, e depois deixará todos os seus encargos na empresa para "dar a Parag o espaço que ele precisa para liderar".

"Quero que todos saibam que essa decisão é minha, e foi muito difícil para mim, com certeza. Amo muito esse trabalho, essa companhia e todos vocês. Estou muito triste, mas também muito feliz", afirma.

Com sua saída do Twitter, Dorsey deve se concentrar em sua empresa de pagamentos digitais, a Square.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade