0

Itália tem maior número de novos casos desde 12 de junho

País registrou 386 contágios nesta quinta-feira (30)

30 jul 2020
12h44
atualizado às 13h35
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Itália registrou nesta quinta-feira (30) 386 novos casos do coronavírus Sars-CoV-2, maior número para um único dia desde 12 de junho, quando o país havia contabilizado 392 contágios.

Operadores sanitários durante operação de testagem em passageiros da Romênia em rodoviária em Roma, capital da Itália
Operadores sanitários durante operação de testagem em passageiros da Romênia em rodoviária em Roma, capital da Itália
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Com isso, segundo boletim do Ministério da Saúde, o total de pessoas já infectadas pelo vírus na Itália chegou a 247.158.

Por outro lado, o novo balanço aponta apenas três óbitos em 24 horas, igualando o dado de 19 de julho, quando o país teve o menor número de mortes desde 26 de fevereiro. A pandemia já fez 35.132 vítimas em solo italiano.

Em termos absolutos, o maior aumento nos novos casos nesta quinta se deu no Vêneto (112), que descobriu um foco de contágio em um centro de acolhimento de solicitantes de refúgio na cidade de Casier.

Em seguida, aparecem Lombardia (88), Sicília (39) e Emilia-Romagna (35). A Itália ainda registra 199.796 pacientes curados, o que significa 80,84% dos contágios já certificados, e 12.230 casos ativos, número que voltou a cair depois de cinco dias de alta e atingiu o menor patamar desde 11 de março (10.590).

Desse total, 47 estão internados em UTIs, nove a mais que em 29 de julho. 11 das 20 regiões da Itália têm pacientes em terapia intensiva: Lombardia (13), Lazio (nove), Campânia (seis), Piemonte (cinco), Emilia-Romagna (quatro), Vêneto (três), Friuli Veneza Giulia (dois), Sicília (dois), Abruzzo (um), Calábria (um) e Trentino-Alto Ádige (um).

O país também tem 11.435 pacientes em isolamento domiciliar e 748 em acompanhamento hospitalar, mas fora da UTI. A média de novos casos na Itália está em 262 nesta semana, contra 236 da anterior. .
   

Veja também:

Cadeirante escala arranha-céu em Hong Kong em troca de doações para caridade
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade