1 evento ao vivo

Homem é preso após atear fogo a urna de votação em Boston

Havia 122 cédulas dentro da urna quando ela foi esvaziada na manhã de domingo, disseram as autoridades, e 35 delas foram danificadas

26 out 2020
19h51
atualizado às 20h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A polícia da cidade norte-americana de Boston anunciou nesta segunda-feira que prendeu um homem de 39 anos por ligação com um incêndio criminoso em uma urna de votação no domingo.

A polícia acusou Worldy Armand, no domingo, com um mandado excepcional por receptação de propriedade roubada, anunciou o Departamento de Polícia de Boston em nota. 

Eleitor preenche cédula em local de votação no estádio de beisebol Fenway Park, em Boston
17/10/2020
REUTERS/Brian Snyder
Eleitor preenche cédula em local de votação no estádio de beisebol Fenway Park, em Boston 17/10/2020 REUTERS/Brian Snyder
Foto: Reuters

Armand foi acusado no início da segunda-feira de incêndio intencional e malicioso, e sua apresentação diante do Tribunal Municipal de Boston foi agendada, segundo a polícia. Nenhum valor de fiança foi estabelecido. 

O FBI também investiga o incêndio que aconteceu no domingo e afirmou que a urna estava colocada em frente à Biblioteca Pública de Boston. 

Autoridades do Estado de Massachusetts descreveram o incidente como um "ataque deliberado". 

Havia 122 cédulas dentro da urna quando ela foi esvaziada na manhã de domingo, disseram as autoridades, e 35 delas foram danificadas. 

O prefeito de Boston, Marty Walsh, chamou o incidente de "uma desgraça para a democracia, um desrespeito aos eleitores que realizam seu dever cívico, e um crime". 

Veja também:

O jovem que trocou seu piano por uma arma e desapareceu na guerra
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade