PUBLICIDADE

Gabby Petito: blogueira americana foi morta por estrangulamento, diz legista

A jovem de 22 anos estava em uma viagem pelos Estados Unidos com o noivo dela, que ainda está desaparecido.

12 out 2021 20h25
ver comentários
Publicidade
Brian Laundrie e a noiva Gabby Petito
Brian Laundrie e a noiva Gabby Petito
Foto: EPA / BBC News Brasil

Uma blogueira de 22 anos que desapareceu em uma viagem com o noivo foi estrangulada até à morte, de acordo com um legista do Estado americano de Wyoming.

Gabby Petito estava morta havia várias semanas quando o corpo dela foi encontrado em setembro perto de um parque nacional que o casal havia visitado, disse o legista Brent Blue.

O noivo de Petito, Brian Laundrie, é o único suspeito neste caso, mas está desaparecido desde meados de setembro.

Nas redes sociais, a blogueira documentava a viagem nômade que ela batizou de "van life" (ou "vida na van", em tradução livre) pelos parques nacionais do oeste americano.

O desaparecimento dela também desencadeou um debate sobre a quantidade de atenção dada às mulheres brancas desaparecidas.

Na terça-feira, o legista Brent Blue disse em uma entrevista coletiva que o corpo de Petito foi encontrado em um acampamento com sinais de estrangulamento.

O corpo dela ficou "ao ar livre no deserto durante três a quatro semanas" antes de ser encontrado no dia 20 de setembro, disse o legista.

FBI confirmou que o corpo de Gabby Petito foi encontrado em um parque no Estado americano de Wyoming
FBI confirmou que o corpo de Gabby Petito foi encontrado em um parque no Estado americano de Wyoming
Foto: Getty Images / BBC News Brasil

Ele disse que não poderia confirmar os detalhes, nem mesmo dizer se algum objeto foi usado para matá-la. Ele não revelou detalhes do relatório de toxicologia, mas disse que Petito não estava grávida no momento de sua morte.

A decisão do legista do condado de Teton seguiu uma autópsia inicial feita em setembro, na qual ele chamou a morte de homicídio. Isso significa que a morte foi causada por outra pessoa.

O corpo de Petito estava no necrotério local, disse Blue. Segundo ele, as autoridades entraram em contato com a família dela para acertar detalhes sobre a transferência dos restos mortais da blogueira.

"Infelizmente, esta é apenas uma das muitas mortes em todo o país de pessoas envolvidas em violência doméstica e é uma pena que essas outras mortes não tenham tanta cobertura quanto esta", acrescentou Blue.

Ele disse que está acontecendo um "circo da mídia". O caso também atraiu detetives amadores, de personalidades do TikTok a artistas da TV, como Duane "O Caçador de Recompensas" Chapman.

Quem é Gabby Petito?

Em julho, Petito partiu em uma viagem de carro da cidade natal dela, em Long Island, Nova York, com Laundrie. Ambos documentaram a viagem nas redes sociais.

O casal estava viajando por várias semanas antes de Laundrie voltar para casa, na Flórida, sozinho com sua van branca, no dia 1º de setembro. Ele não entrou em contato com a polícia ou a família de Petito depois que retornou.

A família de Petito comunicou o desaparecimento dela no dia 11 de setembro.

Onde está Brian Laundrie?

Laundrie é atualmente o único suspeito neste caso, mas continua desaparecido. A família dele diz que ele saiu para fazer uma caminhada no dia 14 de setembro e nunca mais voltou. No entanto, ele não foi acusado de crimes relacionados com a morte de Petito.

A polícia e as equipes do FBI estão vasculhando a Carlton Reserve, um parque municipal de cerca de 10 mil hectares no condado de Sarasota, na Flórida, com cães policiais, drones e veículos 4x4.

O FBI emitiu um mandado de prisão federal, acusando-o de usar um cartão de débito de forma fraudulenta após a morte de Petito.

Na terça-feira (12/12), o advogado de Laundrie, Steve Bertolino, disse que as acusações não o ligavam à morte dela.

"Embora Brian Laundrie seja atualmente acusado pelo uso não autorizado de um cartão de débito pertencente a Gabby, Brian é considerado apenas uma pessoa suspeita em relação à morte de Gabby Petito", disse ele em um comunicado à imprensa dos Estados Unidos.

"Neste momento, Brian ainda está desaparecido e, quando ele for localizado, cuidaremos dessa acusação de fraude pendente contra ele."

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade